Galáctica 1978/79 (Série clássica - 1ª parte -)

Coluna: Machadadas
Autor: Ribas Machado




Bom, bom, bom vale explicar que eu adorava Galáctica, lembro que quando passava na televisão, eu tinha um caderninho (perdido em algum buraco negro) onde eu ia anotando detalhes e impressões sobre o episódio... Se bobear foi aí (início da década de 80) que surgiu essa minha mania de escrever, sei lá... 

Por essas e muitas outras que escolhi começar (hoje, dia 04 de junho de 2016) esta parte de análises de seriados, aqui no O.I., justamente com um post que foi ao ar em 04 de março de 2006 (mais de uma década atrás) no meu antigo site (que até já perdeu o domínio, mas segue firme no blogger, para quem fuçar) "Comentários em Série".

Não sei se manterei o formato abaixo, mas, por falar nele, vale explicar que ele se baseia em:
  • Informações técnicas do seriado
  • Resumos dos episódios (no caso, à época, retirados sem nenhuma correção ou modificação da "Delta Fox Home Page")
  • Comentários/impressões minhas sobre o episódio
Espero que curtam esta novidade aqui do O.I. feita, como sempre, com o intuito de colocar você leitor(a) a par de coisas e situações batutas. As vezes pesados e tensas (é verdade, mas) as vezes leves e lúdicas...

Estão comigo?
Estão conosco?
Então borandar com a análise da primeira parte (todos os 14 episódios de 1978) da 1ª (e para alguns única) Temporada clássica de...


Título Original: "Battlestar Galactica" 
Género: Ficção Ciêntifica 
Origem: U.S.A. 
Criado por: Glen A. Larson 
Supervisão: Leslie Stevens, Donald P. Bellisario 
Produzido: David J. O'Connell, John Dykstra
Elenco:
  • Captain Apollo               ...Richard Hatch 
  • Lt. Starbuck                    ...Dirk Benedict 
  • Commander Adama        ...Lorne Greene 
  • Lt. Boomer                     ...Herb Jefferson Jr.
  • Athena                            ...Maren Jensen 
  • Cassiopea                      ...Laurette Spang
  • Flight Sgt. Jolly             ...Tony Swartz
  • Boxey                            ...Noah Hathaway
  • Col. Tigh                       ...Terry Carter
  • Baltar                            ...John Colicos
  • Flt. Corp. Rigel             ...Sarah Rush
  • Flt. Officer Omega        ...David Greenan
  • Sheba                            ...Anne Lockhart
  • Dr. Salik                        ...George Murdock
  • Dr. Wilker                     ...John Dullaghan
  • Brie                               ...Janet Louise Johnson
  • Bojay                             ...Jack Stauffer
  • Greenbean                      ...Ed Begley Jr.
  • Imperious Leader           ...Dick Durock
  • (voz dele)                      ...Patrick Macnee
  • Lucifer (voz)                  ...Jonathan Harris
  • Muffit the Daggit            ...Evie the Chimp



Episódios
s01e01, s01e02 e s01e03
"Saga of a Star World"
19/09/1978

Escrita por: Glen A. Larson
Dirigida por: Richard Colla
Resumo:  
Após um falso tratado de paz, as 12 colônias são destruídas tal como as Naves de Batalha, exceto a Galactica, comandada por Adama. Reunidos os poucos humanos sobreviventes, a frota parte em busca do mítico planeta Terra. Com pouca comida e combustível dirigem-se ao planeta Carillon. Os habitantes, Ovions, cooperam com os Cylons e preparam-lhes uma armadilha, mas a frota consegue escapar levando o que precisava.

Meus comentários e impressões: 
  • Definitivamente, é complicado comentar um episódio piloto que teve três partes, mas, inventei, então boranda;
  • Nesta "trilogia" vimos a traição de Baltar, vimos traços diferenciadores entre bons e maus, bem marcantes na época, que se baseavam em uma indireta, não muito sutil à Guerra Fria e, em outros momentos, aos regimes totalitários frios, versus, os regimes democráticos...
  • Vimos um "ataque final" cilônio, bem ao estilo do que ocorreu em Pearl Harbor;
  • Vimos que mesmo os regimes do bem, tem focos corroídos, corruptos e "envelhecidos" no pior sentido que este termo tem, vide Sire e sua "corte";
  • Vimos os políticos sempre buscando um meio mais fácil e proveitoso, para si, de se resolver os problemas, vendendo a alma se necessário;
  • Descobrimos que os Cilonios, classicamente (ao contrário da versão atual) foram criados por uma extinta raça de répteis, e não, pelos humanos;
  • Vimos um Adama muito abalado e com claros sinais de fraqueza mas que, ao mesmo tempo, é capaz de engenhosos planos para salvar a frota;
  • Soubemos que 220 naves escaparam do desastre;
  • Vimos uma "segunda" geração de lideres Cilônios, preocupado não com o fim da raça humana, mas sim, com uma "paz", desde que nos seus termos;
  • Vimos as cenas de lançamento de Vipers (Víboras), e a clássica sequencia de três tiros, seguida da destruição da nave cilonia;
Enfim, vimos muito mais coisa nestes primeiros episódios, e é muito interessante rever tais episódios, décadas depois e, em épocas de nova versão, que embora mantenha muita coisa do original, fez algumas mudanças sutis e outras bem radicais... Isso é ruim? Não! Muito pelo contrário, todo fã da versão 2003, deveria ver ou rever a versão clássica, eu estou amando rever e aconselho a todos(as).




Episódios
s01e04 e s01e05
"Lost planet of the Gods"
24/09/1978 e 01/10/1978
Escrita por: Glen A. Larson, Don Bellisario
Dirigido por: Christian Nyby
Resumo:   
Boomer e Jolly regressam de uma patrulha onde contraíram uma doença que é espalhada pelos outros pilotos, excepto Apollo e Starbuck. A frota encontra o caminho para Kobol onde poderão encontrar informações sobre a localização da Terra. Apollo e Serina casam-se. Pouco tempo depois também os Cylons descobrem o planeta Kobol e destroiem as piramides onde estavam as informações sobre a Terra. Na batalha Serina morre mas a frota escapa e segue o seu caminho.


Meus comentários e impressões:
  • Já na primeira parte do episódio, podemos ver um Baltar figurando como "líder dos cilonios"; Vemos um possível casamento entre Serina e Apolo; Continuamos vendo um Adama enfraquecido e até envelhecido (ao contrário da nova versão) e, dentre outras coisas, podemos ver traços curiosos da época, pois ao contrário da versão nova, que coloca como traço de fragilidade, frente à carreira de piloto de caça, a juventude dos que assim são considerados, apenas pela sua idade e/ou inexperiência, na versão clássica podemos ver traços claros do machismo da época, pois no conflito, quando o grupo novo de pilotos é chamado a assumir, frente ao problema do vírus, o que vemos é um grupo totalmente composto por mulheres, alias, mulheres que até então eram apenas pilotas de transporte...
É sempre bem interessante observar esses traços de época, principalmente qdo temos a sorte de poder fazer comparações entre versões.
  • A segunda parte(ou episódio 05), nos mostra o casamento de Apolo e Serina, a descoberta de Kobol com o consequente fortalecimento da crença na mitologia das 13 tribos, um conflito e até poderíamos dizer um ciúme entre os "lideres" (modelos II) cilonios (que na nova versão é mostrado lá pelo episódio 2x18), o viuvez de Apolo, a cura dos pilotos e finalmente, pelo menos para mim, caiu a ficha com relação a "fragilidade" de Adama, fragilidade esta, que se dá em razão de na série clássica, ao contrário da nova versão, o personagem ter a função, não só de líder militar, como também de líder civil (função esta, que na versão nova é desempenhada pela Presidenta), o que leva o personagem para uma multiplicidade enorme de variáveis de humor e/ou de tomadas de decisão. Custou, mas achei a razão de tais conflitos que me incomodavam tanto, pois eu só lembrava do Adama, como o líder militar da nova versão...
Dito tudo isso, vale dizer que estes dois episódios, são bem bacanas e, fora pela falta de realidade mostrada na dificuldade e quase impossibilidade de uma indiscutível superioridade bélica cilonia não conseguir destruir uma única espaçonave de combate humana, fora isso (que de certa forma é amansado pelo discurso do novo líder, que não quer mais destruir mas, sim, buscar uma paz controlada), vale muito a pena rever a temporada clássica! 

  • Ah! Vale dizer também, que nestes dois episódios, temos uma cena clássica, "do caminhar na areia em direção as pirâmides", cena esta, aproveitada nas cenas de abertura do continuação de 1980.



Episódio
s01e06
"The Lost Warrior"
08/10/1978
Escrita por: Don Bellisario
Dirigido por: Rod Holcomb
Resumo 
Apollo encontra-se num planeta estilo Western e é descoberto por uma mulher e o seu filho. No planeta está um Cylon com algunas avarias conhecido por "Red-Eye" e é controlado por Lacerda, que domina a cidade, por julgár ser este o Imperioso Lider. Após alguns conflitos Apollo acaba por desafiar o Cylon para um duelo. Apollo vence e é transportado para a Galactica.
  
Meus comentários e impressões:

Um primeiro episódio com história independente, sem grande valor para trama principal. Um dos únicos pontos interessantes é repararmos que outros planetas, com diferentes graus de evolução, existem pelo Universo. 

Isso é bem interessante se comparado à nova versão, onde todos os humanos encontrados até o 2x19, estavam no mesmo tempo, com os mesmos problemas e no mesmo grau de evolução... De resto, nada demais...



Episódio
s01e07
"The Long Patrol"15/10/1978
Escrita por: Don Bellisario
Dirigido por: Christian Nyby
Resumo:  
Starbuck testa um novo Viper mais rápido, que está equipado por um computador (C.O.R.A) que fala. Durante os testes Starbuck encontra um viajante chamado Robber que acaba por lhe roubar o Viper. Sem alternativa, Starbuck utiliza o nave do viajante e é preso pelos Enforcers. Starbuck escapa enquanto Apollo e Boomer combatem caças Cylons.

Meus comentários e impressões:

Mais um segundo episódio com história independente. Neste episódio conhecemos um asteroide prisão (na nova versão, era uma nave), existente em uma nova galáxia, onde os que lá "vivem", vivem no mesmo mundo, sabem dos cilonios e da guerra, porém estão em um tempo passado (sinceramente não entendi se eles pararam no tempo "de propósito", ou se realmente o tempo lá é outro mesmo...).


Interessante reparar no fim deste episódio, que temos uma deixa para o futuro do seriado, visto que, Starbuck lembra do mapa estelar desenhado em sua cela, e Adama "nos conta" que, naquele mapa, esta a localização do planeta Terra.

Um dos outros pontos interessantes deste episódio, é o fato dos prisioneiros estarem presos, não por crimes cometidos por eles, mas sim pelos crimes cometidos pelos seus antepassados... Bem interessante essa visão crítica, ainda mais na época em que foi criada...

Porém, um dos pontos bem negativos, é o uso de dubles nas cenas em que Apolo e Boomer, correm p/se abrigar dos tiros "do mercador", só faltou os dubles olharem para a câmera e acenarem, de tanto que seus rostos apareceram, nas tomadas de câmera!!

 


Episódio
s01e08 e s01e09
"Gun on Ice Planet Zero"
22/10/1978 e 29/10/1978


Escrita por: Leslie Stevens, Michael Sloan, Don Bellisario
Dirigico por: Alan Levi
Resumo:  
A Galactica aproxima-se de um planeta gelado controlado pelos Cylons onde se encontra um enorme canhão "Pulsar". Starbuck e Apollo lideram um grupo de condenados numa missão para destruir o canhão. Após várias dificuldades obtém ajuda de clones escravisados pelos Cylons e destroiem o canhão, pouco antes da Galactica estár ao alcance deste.

Meus comentários e impressões: 
 
Tudo bem, que como toda a série clássica, estes episódios bebem na fonte dos filmes antigos sobre a segunda grande guerra;

Tudo bem que, especificamente, estes dois episódios tem suas ideias literalmente chupadas dos filmes clássicos, "The Guns of Navarone"(1961) e "The Dirty Dozen"(1967);

Tudo bem que o Starbuck parecia o Mario Bross, e os Theta, pareciam um bando de oompa loompas gigantes...

Tudo bem que o personagem do "grande Pai" e as situações de conflito com os "Oompa Thetas" serviram p/fazer uma critica às utilizações de inventos científicos, para fins militares, tal qual a bomba atômica, e clonagens em busca de um ser humano perfeito, por exemplo. A escravidão também é tratada neste episódio;

Tudo bem que tudo que eu disse acima é verdade, mas tenho que dizer que os episódios foram muito bem feitos, bem batutas e até emocionantes (mesmo que eu já os tivesse visto e, mesmo com a previsibilidade que um episódio, baseado em conflitos, feito a mais de 25 anos, poderia ter);

Fora tudo isso, vale destacar que tivemos mais uma cena clássica que foi aproveitada na abertura da "série de 80" (o caça pousando no gelo), e destaco também que estes dois episódios fazem parte da mítica do seriado diretamente, e não são "independentes" como os dois últimos...



Episódio
s01e10
"The Magnificent Warriors"
12/11/1978

Escrito por: Glen A. Larson
Dirigido por: Christian Nyby
Resumo:   
Os Cylons destroem grande parte dos mantimentos da frota. A Galactica encontra um planeta onde se poderão abastecer. Encontram uma pessoa que os pode ajudar, que por coincidencia é uma antiga "amiga" de Adama (Belloby), que tem de a aturar para conseguirem os mantimentos. Entretanto as pessoas da cidade sofrem devido a um grupo de mercenários chamados Boray, e Starbuck, contra a sua vontade é nomeado Sherife. Os Boray raptam Belloby e os coloniais ao salvá-la conseguem um acordo com os mercenários e o seu lider torna-se o novo Sherife da cidade. 

Meus comentários e impressões: 

Um episódio independente com história batutinha e ao mesmo tempo bobinha, onde vimos mais um planeta, que mais parece uma vila com menos de 1000 habitantes, vimos uma referência ao mito dos lobisomens e, pelo menos eu, dei boas risadas com o "líder lobisomen" folgadão virando xerife.



Episódio 
s01e11
 "The Young Lords"
 19/11/1978


Escrito por: Don Bellisario, Frank Lupo, Paul Playdon
Dirigido por: Don Bellisario
Resumo:   
Starbuck despenha-se no planeta Trillion controlado pelos Cylons. Um grupo de crianças sobreviventes tornáram-se guerreiros para tentar salvar o seu pai escravizado. O lider dos jovens guerreiros quer trocar Starbuck pelo seu pai. Starbuck tem um esquema e consegue convencê-los a alinharem. Após salvarem o prisioneiro, chega Apollo e Boomer para levar Starbuck.


Meus comentários e impressões:

Mais um episódio com história independente, em um "planeta" que mais parece um bairro de cidade média hehehe, com referências aos filmes da segunda guerra, com seres míticos (unicórnios), com uma sutil homenagem ao filme "Noviça Rebelde" e com uma das atrizes de seriado, mais lindas que eu já vi (Audrey Landers), que interpreta a filha mais velha, de nome "Miri". 

Pena que daquela época, até hoje em dia, já se passaram mais de 30 anos, mas embora ela seja de 1959, casada e com dois filhos gêmeos (sim, eu pesquisei hehehe) devo admitir que "envelheceu" muito bem!!! (tá bom, tá bom, estes últimos comentários não tem lá muita relevância mas, sem eles, não se teria muito o que falar aqui...).





Episódio
s01e12 e s01e13
"The Living Legend"
23/11/1978 e 03/12/1978


Escrito por: Glen A. Larson
Dirigido por: Vince Edwards
Resumo:   
Durante uma patrulha, Starbuck e Apollo encontram a Battlestar Pegasus, que pensavam estar destruida. A Pegasus é comandada pelo comandante Cain (A lenda viva) que quer juntar as duas Battlestars para atacar os Cylons, mas Adama teme que a restante frota possa ser destruida e tem de tomar algumas medidas para que essa ideia não se concretize. A Frota é atacada e a Pegasus lança-se num ataque ás Naves Base dos Cylons (3) enquanto a Galactica defende a frota e obtem combustivel do planeta Gamoray. Duas Naves Base são destruidas e a Pegasus desaparece no meio da explosão...

Meus comentários e impressões:

Finalmente eu pude me lembrar pq gostava tanto deste seriado, não que, até agora, tenhamos tido algum episódio péssimo, ainda mais considerando que este seriado é de mais de 30 anos atrás, mas com este episódio duplo, acho que, posso, com segurança, passar a ver as tantas imitações de ideias de filmes da 2GG, não como cópias, mas sim, como homenagens... 
Este episódio duplo foi ótimo até para os dias de hoje, alias se comparado com a versão nova do encontro da Pegasus, afirmo sem sombra de dúvidas que ele tem vários pontos a serem considerados em um patamar mais alto do que a versão atual.
Uma trama muito bem encaixada, sem situações forçadas e (ou) impossíveis e com momentos de tensão com o "timing" perfeito! Poderia ficar um bom tempo elogiando este episódio, mas paro por aqui, dizendo que adorei rever este episódio duplo e...ACONSELHO!!!




Episódio
s01e14
"Fire in Space"
17/12/1978


Escrito por: James Carlson, Terrence McDonnell
Dirigido por: Christian Nyby
Resumo:  
Um ataque suicida dos Cylons provoca um grande incendio na Galactica e Adama é ferido. Athena, Boomer e Boxey ficam presos no Centro de Rejuvenescimento. Apollo e Starbuck, após uma tentativa falhada de apagar o fogo, colocam explosivos no casco da Galactica para fazer uns buracos por onde o oxigenio possa sair e o fogo ser extinto. Entretanto Muffit salva as pessoas presas pelo incendio no Centro de Rejuvenescimento.



Meus comentários e impressões:

Um episódio que eu irei chamar de "interno" e o chamarei assim pois embora ele esteja entre os episódios independentes, ele ocorre dentro da nave e com todo o povo principal, ao contrário dos episódios que eu rotulo como "independentes", que ocorrem em lugares paralelos e com temas individualizados, que poderiam ser descartados sem prejuízo para a série. 

Este episódio também poderia ser descartado sem prejuízo para a mítica, mas é um episódio bacana e o que eu mais quero registrar é que, com toda certeza, foi justamente desse episódio, que a nova versão tirou a ideia do tiro recebido pelo Adama que o deixou por um período acamado, alias, é muito interessante ver como a cabeça dos novos escritores funciona, pois neste episódio em última análise, Adama fica acamado, TB por um ataque "individual" dos cilonios...




E, com este episódio (o último exibido em 1978), paramos esta primeira parte, da primeira (para muitos, única) temporada, prometendo voltar em breve com o 15º episódio que foi exibido em 14 de janeiro de 1979 e, vale dizer, teve uma continuação no 16º...

Até lá!

E guardem/lembrem que...









Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário