Hostel II (2007)

Coluna: Machadadas
Autor: Ribas Machado



Sinopse

No site oficial do filme (que eu aconselho muito a visita) descobrimos que em Hostel II, três jovens americanas estudantes de arte em Roma saem para uma viagem de fim de semana seguindo uma linda modelo que conheceram em um de suas aulas. No caminho para o destino exótico, a bela convida as garotas para acompanhá-la, assegurando que elas poderão relaxar e rejuvenescer. Irão as garotas encontrar o oasis que estão procurando? Ou se tornarão vítimas, joguetes nas mãos de pessoas doentes e desequilibradas que viajam secretamente pelo mundo em busca de novos prazeres?


Curiosidades

  • O personagem "Sra Bathory" (Monika Malácová) que se banha em sangue virgem é baseado em uma mulher real. Elizabeth Bathory foi a "Blood Countess" da Hungria que aterrorizou toda aquela região no final dos anos 1500 e início dos anos 1600, e possui a fama de ter matado mais de 600 jovens servas e camponeses ao longo de sua vida. A lenda é que ela se banhava no sangue de virgens, a fim de manter sua beleza;
  • Juntos, os dois filmes "Hostel" tiveram um custo total de 15 milhões de dólares e arrecadaram um total de US $ 115 milhões de dólares, em todo o mundo, tornando-se uma das franquias de terror mais rentáveis até então;
  • Por causa da quantidade excessiva de nudez feminina no primeiro filme, Eli Roth recebeu algumas críticas de fãs mulheres e, por isso, na primeira cena de nudez do segundo filme, ele fez questão de incluir uma breve cena de um homem totalmente nu;
  • A cabeça cortada de Eli Roth pode ser vista dentre outras que aparecem durante o filme. No entanto, a cabeça de Quentin Tarantino não está em nenhuma cena (Roth observa nos comentários do DVD que a pessoa que ele usou é muitas vezes confundida como Tarantino, mas não é ele);
  • Ruggero Deodato: o diretor do controverso filme de 1980 Holocausto Canibal (que eu já vi e um diga arrumo estômago para resenhá-lo) tem uma breve aparição como um personagem canibal no filme;
  • Quando Beth está na sala de Axelle e está olhando ao redor, pode-se ver Axelle em uma foto com Natalya e Svetlana, as duas meninas do primeiro Hostel (2005). 

Impressões


Confesso que tenho medo de continuações, ainda mais quando de filmes que gostei, e conversando com um conhecido antes de assistir este filme até cheguei a comentar: "Vou assistir pois terei que fazer o trabalho sujo, já que comentei o primeiro...". Pois bem, assisti e conclui que estava totalmente enganado!! O filme é quase ótimo!!!

Eu já convidei vocês a visitar o site oficial do filme não é? Pois visitem e rodem por tudo lá, só o site já embrulha o estômago, além de mexer com o psicológico de forma absurdamente interessante...

Feito tal convite, venho fazer mais um convite, hoje estou convidativo, qual seja, convido a visitarem aqui no O.I. mesmo, o comentário do primeiro filme...
Visitaram? Passearam? Voltaram?

Pois bem...
Hostel II...
O que dizer de Hostel II?

Olhando o tópico antigo/aviso/desse filme, vocês deverão ter visto que Eli Roth pretendia mostrar que existe uma cadeia de lugares parecidos pelo mundo e que uma grande organização está por trás desses estabelecimentos de tortura (Ele conseguiu, de forma sutil e perturbadora, ele realmente conseguiu!!), ele dizia que a história seguiria exatamente do momento em que o anterior terminou, com o sobrevivente no interior do trem (Ele também fez isso, alias a jogada que ele criou p/fazer isso e ligar todos os pontos, foi GENIAL, caí feito um pato!!), e além desses pontos ele prometia um filme mais sombrio que o primeiro...



Sigo dessa última promessa para, inicialmente, dizer que ele também conseguiu isso, e mais, ele fez um filme que é sombrio, nem tanto pelo sangue e tal, mas principalmente pela possibilidade muito bem retratada de tudo aquilo existir!!!

Tempos atrás (muito tempo alias) eu estava vendo uma palestra do genial Zé do Caixão (sim, eu fiz isso) e, nela, Tio Mojica dizia que sangue e monstros americanos do tipo Jason, Fred e tal, não são terror de verdade, não aterrorizam de verdade, são mais fogos de artifcio, fru fru, do que terror de verdade, o Mestre ensinava que se o desejo é aterrorizar, basta usar bem a realidade, usar elementos, perversidades do dia dia normal, e ao que tudo indica Eli Roth deve pensar igual ou então (e eu não duvido, pois o Tio Mojica é cultuado no exterior) assistiu/ouviu o mesmo, afinal Hostel II, incomoda de verdade, faz você realmente acreditar que aquilo é possível, que aquilo existe e, de certa forma, pelo menos p/mim, me deixou com receio de brincar lá no site oficial...



Vários pontos, várias cenas, jogos de cenas, partes do roteiro, fotografia, análises psicológicas, poderiam ser citadas aqui e fariam o tópico enorme, porém tais textos e comentários estragariam a experiência de vocês, portanto vou parando aqui e termino, realmente aconselhando que (quem gosta do, e/ou aguenta, o gênero) ASSISTAM!! E, após assistir, REFLITAM a respeito!!

Ah! Eu continuo sem coragem de contrariar crianças do Leste Europeu!!

MEEEEEEEEEEEEEEEEDO!!!!


Ficha Técnica:

  • Título Original - Hostel - Part II
  • País -  USA, República Tcheca, Italia, Islândia, Eslováquia
  • Direção - Eli Roth
  • Roteiro - Eli Roth
  • Produção - Chris Briggs, Mike Fleiss, Eli Roth
  • Música - Nathan Barr
  • Estreia - 07 junho 2007 (Eslováquia)
  • Duração - 94 min
  • Elenco -  
       Lauren German - Beth
       Roger Bart -  Stuart
       Heather Matarazzo - Lorna
       Bijou Phillips - Whitney
       Richard Burgi - Todd
       Vera Jordanova - Axelle
       Jay Hernandez - Paxton
       Jordan Ladd - Stephanie
       Milan Knazko - Sasha
       Edwige Fenech - Art Class Professor
       Stanislav Ianevski - Miroslav
       Patrik Zigo - Bubblegum Gang Leader
       Zuzana Geislerová - Inya
       Ivan Furak - Big Guard
       Monika Malácová - Mrs. Bathory

Até a próxima!! (que deverá ser com Hostel III)




Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário