Manifestação de "esquerda", feita pela "direita"


Texto e Imagens: Ribas Machado


Muito embora o Mídia Legal Independente tivesse pautado esta manifestação e muito embora muito se tenha falado a respeito dela, durante a semana, confesso que eu não tinha a menor ideia do que aconteceria... E, portanto, demorei a me animar a sair de casa para cobrir este primeiro ato "de esquerda feito pela direita", pós eleições presidenciais (eleições estas que, diga-se, na reta final, em São Paulo, conseguiram movimentar algumas "micaretas tucanas" de bastante adesão).

Confesso que se eu tivesse lido a matéria da Veja, pós manifestação eu ficaria mais perdido ainda (vejam e tentem entender o pq, nas três "imagens" abaixo...)




Mas, justamente prevendo esse aumento da minha confusão que seria gerado pela cobertura sempre imparcial (heheheh) da mídia comercial, eu graças aos céus e ao santo da mídia livre e independente, consegui achar um live do "Cidadão Kane" (um mídia independente clássico das manifestações de junho -qualquer diz farei uma matéria sobre os mídias independentes de Sampa) e fiquei vendo a manifestação por ele...

Vi e ouvi o Lobão...

 Vi o povo na Paulista...


Vi o povo saindo da Paulista...




 Vi até amigos (no caso um casal de amigos hehehe) saindo da Paulista...


 E soube que NÃO!!!! Eles não estavam indo pra Sé, mas, sim, para o Ibirapuera!!!!

Aí pensei...

Ibirapuera é aqui perto, dá pra ir a pé...
A manifestação está bem eclética e heterogênea...
Tiveram algumas palavras de ordem interessantes e faixas idem...
Acho que vou lá ver de perto (lembrando/contando que as fotos acima não são minhas mas, sim, da veja e de amigos que lá estavam...)

E, então, lá fui eu...
No caminho, subindo a brigadeiro, encontrei muita gente descendo pra suas casas, gente tranquila, alegre, com a adrenalina lá em cima, fui me animando e caminhando...

Quando to quase chegando, já ouço os carros de som (sim, tinha carros de som...), antes de cruzar a Brasil, topo com a imagem interessante e bem rica de interpretações (que ficarão com vcs...)


 Sigo andando mais um pouco e, pronto lá estão eles...


Mas quem são eles afinal??


Uma coisa já descobri, "eles" são muitos e bem diferentes...


Da mesma forma que tem mais de um carro de som, temos várias tribos neste final de manifestação...




Algumas tribos já cansadas...


Opa! Pausa, pro prêmio: Camiseta do dia!!


Dado o prêmio, continuemos...


Muitas tribos, muitas mensagens, muitas faixas, mesmo o número já estando bem reduzido (para o que as fotos iniciais mostravam, do povo que saiu da Paulista)


Hahahaha Só agora que vi aquele sujeito dormindo "embaixo dos cavalos" muito Hommer Simpson, isso hehehehe


Já falei que tinha todo tipo de gente né? Só pra saber...


Tinha a polícia também, lógico...


E tinha quem queria ser polícia...


Tivemos muitas falas (algumas bem interessantes)


Tivemos gente de tudo quanto é tipo (já disse isso né??) acompanhando atenta as falas também de tudo quanto é tipo...


Aí falaram, falaram, foram ouvidos...


Falaram mais (gostei dessa foto, sou demais heheheh)



Alguns faziam um dinheirinho (explico: Esta camiseta que merecia o prêmio dado acima, só não levou, pq estava sendo comercializada... Aí perde a graça e o valor agregado pro prêmio heheh)


A polícia, dada a calmaria, batia papo e combinava o que ia fazer no sábado a noite...


E o povo ouvia tudo compenetrado...




 Aí a massa começou a diminuir mais...



No que buracos foram surgindo no povo, eu encontrei uma moçada que não via já há algum tempo e não imaginava ver ali... hehehe


Então os organizadores (sim, tinham organizadores, muito embora os organizados fossem individualidades e grupos bem distintos e independentes...) tocaram o hino nacional...



Encerraram o ato e desceram pra interagir com o povo... (essa camiseta é tensa...)







Deram autógrafos... (achei isso meio over, mas achei essa camiseta bem tensa...)


 Tiraram selfies...


Conversaram...


Ficaram olhando os organizadores de longe, mas no chão, com eles...



E eu me cansei e fui embora, pensando e caminhando debaixo de uma chuvinha que havia começado (vcs devem ter reparado que as nuvens não estavam lá muito clarinhas...)

Foi bom tomar a chuvinha (fazia tempo...) e foi bom ter ido ver com meu olhos e quebrar alguns preconceitos...

Soube que em breve haverão novos atos e já aviso aqui que irei nos próximos desde o início, pois quero ouvir mais, sacar mais e entender mais, para poder prejulgar (bem) menos...

Abração (pra quem é de abraço)
E até uma próxima (mesmo que distante)







Share on Google Plus

About Um Mero Espectador

0 comentários:

Postar um comentário