[RELATO] TNR Tango na Rua (mais especificamente na Avenida Paulista)

Texto e Imagens: Ribas Machado


É...
Pois é...
Como os manifestantes direitistas, esquerdistas, frentistas, carnistas, veganistas e todos os demais "istas", aparentemente. estão curtindo (cada um do seu jeito) as festas deste período festivo e (ou) se preparando para o que está por vir...


Acabei entrando em abstinência...

Aí resolvi dar uma olhada nos convites de eventos e achei:


Pensei...
Sábado + Sol + Avenida Paulista + Caminhada pra gastar o peso extra + Tango + Um coletivo que leva o Tango pra rua = Algo legal!!

E, então, lá fui eu...

Para variar cheguei na Paulista atrasado...


Mas cheguei... E lá fui eu...


No caminho, lembrei de alguns momentos que estavam frescos na minha memória, em razão de, dias atrás, ter feito o post sobre a cobertura do Setembro Negro de 2013...

Olhei a muretinha e os vasos por onde muitos conseguiram, desesperadamente, escapar...

Olhei o estacionamento onde consegui deixar alguns jovens machucados a espera de algum socorro...


Olhei o meu posto de observação (desta fase daquele dia tenso)...


Vi as pessoas andando onde, naquele dia, tinham corpos estirados (no plural mesmo)
 
 Fui deixando pra trás...


 E mais pra trás, afinal hoje deveria ser um dia feliz (e foi...)


Andei, andei e quando estou quase chegando no evento, faltam só alguns degraus e poucos metros, olhem só o que aparece


Isso esta virando perseguição já hehehhe

Pelo menos foi o que pensei de início, mas na verdade (agora sei) era um prenúncio do que eu iria encontrar, ou seja, um grupo/coletivo, desconhecido (pra mim), com pessoas super boa gente e super apaixonadas pela causa que defendiam, em um local ao ar livre, por eles transformado em um espaço super agradável (desconsiderem o eco com a palavra "super" pois foi meio que proposital...hehehe) tal como foi o meu primeiro contato com o Coletivo Revolução da Colher...


Passado o susto e feito o registro, subi os degraus e andei os metros que faltavam, já ao som da música dos Hermanos...


Cheguei mais perto e comecei a ver o evento...

 

Acabada a primeira música (das que ouvi ao chegar -lembrando que eu cheguei atrasado-)

Mudou o ritmo e começaram a dançar forró...

Pensei... Ops!! Acho que acabou...

 
 
 
 
 

Estava quase desistindo da matéria e indo dançar, quando acabou a música e o Tango voltou...


Ufa!! Então entendi que em uma MILONGA (bailes/locais onde se dança Tango -a Av. Paulista, por exemplo-) a cada 4 Tangos, há um "intervalo" onde tradicionalmente se toca outro ritmo, ou apenas parte de uma música de outro ritmo, e este momento serve para troca de pares...

Após o aprendizado acima, consegui conversar com o "quarteto"simpático (que me foi apresentado como sendo os organizadores) composto pela Adriana, Sandro, Valéria e uma abelha milongueira (que largou seu zangão por alguns instantes e queria de qualquer forma se expressar em defesa do Tango...)


Isso já era...


Aí deixei os três/quatro em paz, enquanto conversei com outros que também estavam na organização (mas não queriam aparecer na câmera) ao mesmo tempo que fiquei admirando os passos desta dança/ritmo tão bacana e tão pouco divulgado por aqui...


Durante as conversas, recebi o cartão abaixo...


Dei uma "BOA acompanhada POR CIMA"



 
 



E o DJ mandando muito bem na seleção musical...


Dei uma "BOA acompanhada POR BAIXO"


Voltei os olhos para o centro...


Arriba....
Abajo..
Ao Centro...
A Dentro... (sim, faltou esta, mas não por falta de convite, fui convidado para "caminhar" um pouco, mas vcs lembram que eu falei em 30º, pois bem, eu sofro no calor e, do pouco que lembro das minhas aulas de dança de salão -sim, eu as fiz-, na falta de uma luva, um lenço deveria ser usado pra não passar a transpiração no toque com a mão da dama.. Pois bem, eu estava sem luva, sem lenço e, convenhamos eu não transpirava apenas na palma da mão... Então resolvi poupar a dama milongueira que me convidou e, infelizmente, perdi a oportunidade...)

Aí...

Fui me despedindo dos que me receberam tão bem... E tomei o caminho de casa, feliz, por ter passado um momento tão agradável e lúdico, em companhia tão entusiasmada, no último sábado de 2014!!

Como é bom sair do sofá não é!!??

Por fim, acho que só resta dizer...

Obrigado Moçada do TNR, muito obrigado pela recepção e parabéns por este projeto tão batuta!!

Até a próxima...(mesmo que só no ano que vem -ou não-)


P.S: Não estranhem o horário, ele se deve ao fato de que, quando saí do evento acima, acabei encontrando, na Paulista, conhecidos tomando cerveja e... Conhecidos + Cerveja + Fim de tarde de 30º = Parei e fiquei pondo o papo em dia...
Share on Google Plus

About Um Mero Espectador

0 comentários:

Postar um comentário