[RELATO] 6° Grande Ato Contra a Tarifa (M.P.L)

Texto: Ribas Machado
Imagens: Marcos Jr.


Bom, antes de qualquer coisa, preciso dizer que...

O Ato de hoje até foi batuta, mas bem sem sal...

Mas, até para não deixar vocês no escuro, e até pra registro da existência do mesmo, vamos dar um gostinho do que foi o ato de hoje:

Muito bem...

A concentração do Ato começou às 17h, como o previsto...

O Ato começou a andar às 18:35 saindo do vão livre do MASP e, já por volta das 19:15, o mesmo já estava na altura da estação brigadeiro (linha verde do metro).


Caminhamos em direção a casa do prefeito Fernando Haddad (que obviamente ainda estava na prefeitura e não lá) para encontrá-lo...

Entretanto, lá chegando, encontramos foi com a tropa de choque que, posicionada, guardava a frente do prédio aguardando a chegada do Ato.


Após um Jogral em frente a casa do prefeito com dizeres em prol da baixa da tarifa, seguimos em direção a Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP).

Posso atestar que a caminhada foi tranquila, entramos, acreditem, até na 23 de março sem problemas, sem nenhum confronto, nem nada....



O ato estava muito bonito, muitos gritos, muita participação ativa, inteligente e feliz...

Musiquinhas, do tipo "Chega de tarifa, de políticos babacas, a gente está lutando por uma vida sem catraca", tomavam conta da garganta dos manifestantes, devidamente acompanhados das fanfarras ativistas.

Tudo seguiu tranquilo e sem incidentes até o fim, que se deu, no monumento das bandeiras onde aconteceu o Jogral final.



Resumidamente o Ato foi pacifico, e até o seu final, não presenciamos nenhum confronto com a PM.

Porém, tivemos noticia (e ainda vamos apurar direito pois estamos pra receber um vídeo do incidente, que um colega da mídia alternativa teria gravado) a respeito de um grupo de manifestantes que teria sido detido (no pós ato) quando o ônibus que tomaram pra ir até o Metro, acabou sendo parado pela PM que cismou com o fato de eles virem gritando palavras de ordem e cantando musiquinhas semelhantes à citada acima (curioso que quase não vemos atitudes assim, semanalmente, após os jogos de futebol, não é mesmo? Bom...)
Obs: Vale registrar que no Ônibus que tomamos (também para chegar até o Metro), pudemos constatar um clima de festa, com a participação inclusive do cobrador e do motorista, este, inclusive, que além de apoiar abertamente a pauta do passe livre ainda até permitiu "carona" para os manifestantes que puderam descer pela frente.







Já estamos acabando!!!


Share on Google Plus

About marcos

0 comentários:

Postar um comentário