[RELATO] 1° Encontro Sul-Americano de Psicologia Política (Dia 00)

Texto e Imagens: Ribas Machado    
Imagens: Cristiano Assis    
Imagens: Walmor Carvalho



Hoje "começou" o...


E nós, com muita honra e alegria, estivemos por lá, com nosso jornalismo literário e libertário...


Até pq, foi o "começo" do PRIMEIRO Encontro Sul-Americano de Psicologia Política!

Vocês leram bem? Eu disse PRIMEIRO!! Ou seja um fato histórico (para a Psicologia, para a Política, para a Sociologia, para a Antropologia e tantas outras cadeiras da Academia que mais, ou menos, ajudam a formar esta -me arrisco a já chamar de- nova ciência tão importante para o estudo e para o empoderamento de grupos e temas tão caros para nós do MLI, quais sejam, aqueles ligados às manifestações sócio políticas da "rua"!)!

Tal fato histórico está sendo realizado pelo GEPSIPOLIM (Grupo de Estudos em Psicologia Política, Políticas Públicas e Multiculturalismo - EACH - USP), com apoio, dentre outros, da ABPP (Associação Brasileira de Psicologia Política) e da AILPP (Associação Ibero Latinoamericana de Psicologia Política)...

E (embora com sua abertura oficial, marcada para amanhã, dia 24 de junho de 2015, 17h00, no Memorial da América Latina -por isso as aspas no "começou" e por isto o "dia 00"-), hoje, dia 23 de junho de 2015, na FUNARTE, começaram os trabalhos, começou o aquecimento, trazendo um dia (das 9h00 até mais de 18h30) de Mini-Cursos com temas e pessoas muito especiais, seguido da exibição e debate do filme...


Aqui vale uma pausa no relato para (sempre) elogiar a FUNARTE, seja pelo apoio ao Encontro, seja por todo o seu ambiente lúdico e artístico, o que acaba por aumentar o prazer desta (e qualquer outra) cobertura...






E elogiar a organização deste dia, que já demonstrou que teremos uma semana de altíssimo nível, cuidada nos mínimos detalhes.



Introdução e elogio feitos, vamos falar dos mini-cursos!

  • Das 09 às 13h


Tivemos, na Sala 01:
"HISTÓRIA DA PSICOLOGIA POLÍTICA"
(Docente: Alessandro Soares da Silva)
Tal minicurso trabalhou a emergência da Psicologia Política enquanto campo de diálogo interdisciplinar. O Professor buscou (com sucesso) proporcionar aos participantes uma visão geral dos elementos que possibilitam um olhar pscopolítico sobre problemas que exigem superar as fronteiras disciplinares que ganham força no século XIX. Perspectiva esta que permite transcender olhares fragmentados sobre problemáticas da sociedade atual. Para tanto foram utilizados textos clássicos e contemporâneos de modo a vislumbrar o desenvolvimento histórico da Psicologia Política.







E na Sala 02:
"PSICOLOGIA POLÍTICA E CONTEXTOS RURAIS"
(Docentes: Jader Ferreira Leite / Cândida Maria Bezerra Dantas)


Aqui, quem aproveitou desta experiência, pode aprender sobre a  diversidade do meio rural brasileiro (agentes, processos, lutas políticas) sobre políticas públicas e interiorização da psicologia e, também, sobre a formação em psicologia para atuação em contextos rurais.

 



Após tal etapa, foi dado um intervalo para almoço e interação dos participantes entre si e com os professores...



Até que...
  • Das 14h até (mais de) 18h30
Tivemos o reinício dos mini-cursos, com

Na Sala 01:
POLÍTICAS PÚBLICAS, ESTADO E MOVIMENTOS SOCIAIS
(Docente: Frederico Viana Machado) 
Segundo o Professor, as políticas públicas têm se tornado uma área de atuação importante para profissionais do campo da psicologia, que são convocados a intervir em campos sociais atravessados por conflitos e contradições sem, muitas vezes, um aparato conceitual adequado para analisar a complexidade destes espaços e seus dilemas políticos. Este minicurso tem como objetivo apresentar e discutir alguns conceitos importantes para a compreensão dos aspectos políticos e institucionais da relação entre o Estado e os movimentos sociais e que impactam as dinâmicas e estruturação das políticas públicas. Serão enfocados aspectos psicopolíticos na abordagem de questões como: O que são Políticas Públicas? O que são Movimentos Sociais? O que é e como funciona o Estado? Como o Estado se relaciona com a sociedade e seus coletivos organizados? Quais transformações políticas recentes são determinantes para a compreensão dos dilemas vividos nas instituições públicas?


Na Sala 02:
SEXUALIDADE E POLÍTICA NA ABORDAGEM DE W. REICH
(Docentes: Lisete Barlach e Leia Maria Cardenuto)


Aqui, quem acompanhou este MC, pode ouvir sobre Reich e as divergências com Freud, sobre as pesquisas etnográficas de Malinowsky e seu impacto na transformação do olhar da Psicanálise sobre a sexualidade humana, sobre a relação do Psicanálise e o materialismo histórico, sobre o movimento da Sexpol, sobre a militância política de W. Reich e a clínica social, e sobre vários outros temas coligados que foram surgindo de forma muito batuta (sim, eu assisti este MC).







E na Sala 04:
PSICOLOGIA POLÍTICA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS: O ENFOQUE DA CONSCIÊNCIA POLÍTICA
(Docente: Salvador Antonio Mireles Sandoval)

Onde o Professor apresentou o enfoque da Consciência Política na análise de participação em movimentos sociais, partindo de uma crítica dos enfoques mais utilizados por autores analistas de movimentos sociais (frames, identidade, consciência de oposição, representação social, atitudes políticas) e apontando as lacunas teóricas e analíticas que esses enfoques apresentam para posteriormente apresentar o enfoque da consciência política.





Na sequência dos trabalhos, tivemos a exibição do filme que (em função de compromissos agendados), infelizmente, não pudemos assistir, mas amanhã estaremos de volta...

Prestando atenção em tudo e, tal e qual os alunos/plateia/participantes, com os olhos fixos e atenção total em tudo que para nós é ensinado/dividido...


Já estamos ansiosos!!

Até (muito) breve!!









Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário