[RELATO] A Ordem Partiu de Quem? (Cia do Ernesto & Sérgio Silva)

Texto e Imagens: Ribas Machado


É...
Pois é...
Tem momentos, tem atos, tem situações, manifestações que mexem com a gente de tal maneira que ficamos sem saber se, da experiência, saímos felizes, alegres, tristes, orgulhosos, respeitosos ou de várias outras formas quiçá ainda nem criadas/colocadas em palavras...

Ontem foi assim...

A propósito, para quem não sabe do que estou falando (e por não saber não pode ir), me refiro à


Sem dúvida um dos eventos mais emocionantes (sob vários aspectos) já acompanhados por nós, seja pelo texto da Maria Tereza Cruz


Pela direção de Luiz Henrique Dias...



Pela atuação dos dois acima e demais integrantes do elenco como, por exemplo o ator Jean Boechat


Pela intervenção inesperada (e monstruosamente forte) do amigo e guerreiro Sérgio Silva (faz tempo que eu não tinha uma lágrimas nos olhos, mas após a lágrima vertida pelo amigo, foi inevitável esse velho ranzinza ter que enxugar o rosto...)


Pelo fato da encenação se dar no local dos fatos ocorridos 2 anos atrás...


Pelas várias pessoas especiais da plateia...


E (só pra fechar a ideia, pois poderia ficar citando outros pontos, que engrandeceram o momento, por horas...) por tudo que o texto, o momento e estes dois anos trazem à memória quando são misturados e remexidos...

Foi realmente maravilhoso e inexplicável assistir a peça...









Na rua, ao ar livre, com todos os problemas técnicos que poderiam ocorrer (e ocorreram), pois, assim, ela foi ainda mais fiel à realidade dos fatos tão bem narrados e amarrados pelos cinco atores...
  • A consciência
  • Os Manifestantes
  • O Estado/Os Políticos
  • A Justiça
  • A Repressão
E por um texto repleto de simbolismo e emoção...


"Eu gosto de contemplar as caixinhas de ovos
Não sei se vocês já fizeram isso
São todos iguais, homogêneos, uniformes, parecem de uma mesma família, parecem um exército, um monte de CABECINHA (de ovo)... 
Pela lei universal, são todos iguais... 
Estão enfileirados, dispostos na caixinha, e formam um conjunto em harmonia, são todos iguais, dentro... 
É mole... 
O MIOLO é mole... 
A casca é frágil, quebra a qualquer pancada... 
Para oferecerem resistência, precisariam passar por um processo de cozimento, só assim, talvez se fortaleçam.... 
Na Orquestra é a mesma coisa, não tem diferença nenhuma... 
Mas há os que estão na mesma função há mais tempo, não pq são melhores, apenas cometeram, em outro tempo, os erros cometidos por aqueles que vem depois... 
São assim considerados músicos experientes, tudo na busca pela harmonia, tudo na busca pela perfeição... "


Foi um momento único, em um "palco" com decoração especial...



 Enfim, parabéns Cia do Ernesto!!


Vocês representaram em vários aspectos...


Palmas pra vocês!!



HOJE, o sorriso é permitido...


Mesmo que depois a "continência" seja lembrada...


Até a próxim...

Se bem que... Vamos ouvir um pouco do Sérgio Silva?

Borandar!!!


Agora sim...

Até a próxima!!


Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário