[RELATO] Um dia sem click

Texto e Imagens: Ribas Machado


Hoje estivemos no evento, dos "Fotojornalistas Independentes SP", chamado:


Vale iniciar este relato, dizendo que nos aproximamos do local de concentração por volta das 23h55 (do dia 01), (des)ligamos o material, nos ambientamos com a situação e já fomos reconhecendo os coleguinhas abaixo (figuras fáceis em lutas justas):


Após a confraternização, começamos a entender melhor os problemas da classe, e suas reivindicações.

Seja com a leitura do panfleto que nos foi entregue:


Seja após conversas bem agradáveis com os Coordenadores do evento:
  • Sra Fotojornalista Independente SP:

 E
  • Sr. Fotojornalista Independente SP:

Tudo ia correndo bem, até que por volta das 01h50 duas viaturas da Guarda Policial chegaram no local, e delas desembarcaram alguns oficiais com pranchetas na mão, querendo saber quem eram os responsáveis pelo evento, pois deles era necessária a coleta de nome, rg, cpf, razões e trajeto do ato. Porém, diante da falta de apresentação de responsáveis (como todo bom ato horizontal), um princípio de tumulto ameaçou iniciar, e os dois grupos começaram a conversar, como vocês podem ver na panorâmica abaixo... 


Após um diálogo (até que bem) tranquilo, que acompanhamos de perto, tudo se acalmou, a Guarda Policial explicou que só estava fazendo o trabalho dela, ouviu dos manifestantes que estes só queriam ter seu trabalho respeitado e, milagrosamente (pros padrões de repressão à manifestações da atualidade) os oficiais se solidarizaram com a causa, e até pediram pra fazer selfies segurando cartazes junto com os manifestantes, pedido este que por razões ideológicas foi negado...

No que os oficiais, entendendo a negativa a tal pedido (até por causa do evento em si), se despediram visivelmente chateados, voltaram para as viaturas, prometeram desviar a ronda durante o resto da madrugada para ver se estava tudo bem e sumiram na noite fria...

Relógio já marcava 2h33 da madrugada...


E o povo do acampa não parava de encher (de fotojornalistas, coleguinhas e simpatizantes) o que deixava a região bem alegre e festiva...


Fomos interagindo com os conhecidos...

Criando laços com os (antes) desconhecidos...

Tempo foi passando e curiosamente (até pelo horário e pelo frio que está fazendo em SP), mais e mais coleguinhas iam chegando, aderindo e se instalando...


3h45 da madrugada, passarinhos já acordados, cantando, e, no evento, parecia que nada de muito diferente ocorreria (pelo menos não até o dia raiar...), então fechamos algumas conversas pendentes, observamos algumas cenas curiosas que nos tinham escapado, tais como...




Aí começamos a nos despedir, prometendo continuar monitorando virtualmente o ato e (se necessário) voltando para algum apoio ou cobertura específica...

Então tomamos o caminho de volta, desejando sorte e sucesso para todas/todos e viemos descansar pois as noticias não param e já já um novo dia vai nascer

Até a próxima!!


Obs: Imagens fazem falta né? Pois é...

Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário