Mega Manifestação: Esquenta pro Impeachment

Texto e Imagens: Ribas Machado




É...
Pois é...
To sumido eu sei, mas tem algumas razões que explicam isto e, dentre elas, eu citaria o fato de que acabei entrando em dois projetos teatrais (um musical e um auto de natal) que consumiram muito do meu tempo, projetos estes que tiveram a última apresentação, do último projeto, hoje cedo, e citaria também uma situação PODRE ocorrida em Sampa e refletida em Angola (sim, vocês leram certo) que, qualquer dia, escreverei a respeito (prometo!!).

- MAS POXA VIDA RIBAS!!! TINHA QUE VOLTAR PRA RUA JUSTO NAS MANIFESTAÇÕES DA DIREITA!!???

Calma amiguinhos e amiguinhas!!! Primeiro, eu não voltei só hoje, quarta feira, dia 09, eu estava respirando gás com os estudantes naquela manifestação batuta que foi monstruosa e gratuitamente reprimida por despreparados fardados, só não falei nada a respeito por aqui, pq o MLI oficial naquele ato era o Walmor (to aguardando seu relato viu!!! hehehe);

Segundo que eu não acredito em esquerda e direita e, cá entre nós, minhas crenças não interessam, o que interessa são os fatos que ocorrem na RUA!

Terceiro que EM TESE eu não voltei hoje, o que aconteceu é que a manifestação estava no  caminho que eu precisava pegar para chegar na casa do Diretor, onde estava acontecendo uma festa de encerramento dos projetos citados acima, aí, como eu tinha que passar pelo ato, pq não aproveitar não é mesmo? Afinal de contas o MLI tem estado presente desde o primeiro ato desse povo que acabou no Ibirapuera com parlamentar levantando o braço e deixando aparecer a arminha na cintura... (lembram??)

Explicado? Ok!

Bom, vamos ao ato...

Me sinto obrigado (como sempre) a ser sincero e dizer que cheguei na Paulista por volta das 17h00 e (ouvi várias relatos que o horário de pico foi por volta das 15h00, logo eu não vi este "pico") o que vi foi...










É...
Pois é...
Já estava BEM VAZIO!!



E, tudo bem, cheguei as 17h00!

Mas em outros atos, do mesmo estilo "feira de ciências", alguns até com chuva e tempo fechado, eu vi (e vocês por tabela) muito mais gente e até muito mais tarde, então...


O jeito era sentar  com sua fantasia e pensar na vida da caserna...


Ou então ficar indo de um lado pro outro...


 Sendo, vez ou outra, entrevistado por, ou entrevistar, alguem...



Pelo caminho Faixas largadas...


Caminhões/grupos/"líderes" ídem...




Enquanto "mega estruturas"


Com pelotões de "ativistas"


Ficavam por lá sem ter o que "ativar"


E assim eu avançava passando por mais caminhões que apareciam pelo caminho


Dando a impressão de estar em uma exposição ou até num "cemitério de trios elétricos"...


Tava realmente tétrico...


Até que fui chegando perto do MASP

E, salvando mais uma vez o dia, lá estava o caminhão do MBL.


Que, embora (como sempre) fosse o único com plateia cativa (contando o horário e a claridade), devo confessar (que, naquele momento) não dava pra comparar com outros atos...


Até subi no caminhão para ter uma visão melhor da Paulista


E da plateia fiel...


Quando então também encontrei (no alto) com um dos organizadores do movimento que gentilmente nos cedeu algumas palavras...


Quando então, após mais um pouco de observação...


Desci do caminhão, observei mais...


E ouvi um pouco do que a plateia ainda estava escutando...


Aí conversei com outro organizador do MBL que, sempre, sem restrições, arruma um tempo pra, gentilmente, falar conosco...


E, como tinha uma festa me esperando, continuei meu caminho...

Trombando com o tal encontro de marombeiros que o Kim/Folha citou:





Trombando com vendedores desolados


Com a Tropa do braço entediada e com calor... (oh dó)


Com mais carros de som (sem som nem nada)





Com estátuas (mais vivas que muitos manifestantes ainda caminhando de um lado pro outro, perdidos como zumbis amarelados)


Aí fui registrando locais que gosto...


Shows batutas...


Bobagens medíocres (e sim, sou corinthiano, mas...)


E, então...

Eis que acho um "amiguinho" que vira e mexe aparece/fala aqui no MLI sempre com comentários lúcidos e sempre lembrando que o rei/rainha está nu (blargh!!!)

Me refiro ao Piauí Ecologia que, falou conosco:


E após o choque de realidade (e energizado por ele), continuei minha caminhada (me sentindo como um certo ex governador vampírico que queria ver gente numa Paulista em dia de chuva)...


E enquanto caminhava...


Fotografava...





Até que saí da Paulista e continuei meu caminho pra FESTA!!!!!


Até a próxima!!!!

Obs: Eu sei que foi um relato bem fraquinho, mas isto se deve ao fato de eu SEMPRE procurar relatar a realidade dos fatos que, HOJE, estava bem fraquinha!!!!



Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário