1º Grande Ato MPL contra o aumento da tarifa - R$ 3,80 NÃO!

Texto e imagens: Ribas Machado & Walmor Carvalho


É... Pois é...


Ano começa e tudo (de mal) se repete...

De um lado, governantes (prefeito e governador) buscam seguir a fórmula de "sucesso" do ano passado, qual seja, aumentar a tarifa de transporte público nas férias quando a cidade está mais vazia e, em tese, as manifestações sofrem para ganhar força e destaque e, de outro lado, os coletivos (não mais surpreendidos) armam o "contra ataque".

Com isto, hoje, tivemos o PRIMEIRO (de uma série -ou não-)...


  • Ato este que, em seu evento na rede social Facebook, trazia o seguinte texto/chamada: 

 MAIS UM AUMENTO DE PRESENTE DE ANO NOVO

Na mais pura amizade, Fernando Haddad (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), deram as mãozinhas e anunciaram um aumento de trinta centavos na nossa já absurda passagem para o começo do próximo ano. Com isso, passaremos a pagar R$3,80 nos ônibus e metrôs exatamente no aniversário do último aumento, dia 9 de janeiro.

Novamente, governos municipal e estadual deixam bem claro que as picuinhas entre seus partidos são só joguinho de cena, e que, na verdade, os dois têm um objetivo muito nobre em comum: enriquecer empresário pisando em cima da população.

Como sempre, aparecem os argumentos de que "é a crise" e "pelo menos o aumento está abaixo da inflação". Mas quantos aumentos acima dela a população já aguentou até que a passagem chegasse ao preço exorbitante atual? Por que somos nós, e principalmente quem está mais fodido, quem tem que tapar o buraco das "perdas" nos ganhos - que, "apesar da crise", seguem altíssimos - dos empresários? E por que parece natural, em um momento de crise, que a saída seja tornar ainda mais excludente um sistema que já deixa muita gente de fora pra garantir que quem já ganha muito continue ganhando?

Enquanto isso, o busão e o metrô seguem lotados, o transporte continua servindo apenas para levar e buscar (e muito mal) do trabalho e nosso acesso à cidade e nosso direito de ir e vir continuam sendo mercadorias das mais caras.

Só a luta muda a vida, e é bom que Haddad e Alckmin tenham vindo preparados para a briga, porque nós vamos bater de frente. A população não vai pagar pela crise dos ricos e nenhum centavo a mais vai sair do nosso bolso pra enriquecer ainda mais os empresários!

TODO AUMENTO É ROUBO, E NÓS VAMOS REAGIR!
TRÊS E OITENTA NEM FODENDO!

  • Ato este que foi, novamente, organizado (não só em São Paulo) pelo Coletivo Passe Livre (embora outros eventos marcados para o mesmo dia e hora, tenham pipocado pela rede social Facebook, como por exemplo:)



  • Ato este que foi gratuita e OFICIALMENTE censurado e vandalizado pelos órgãos de repressão do Estado;
  • Ato este que, a partir de agora, começo a relatar como foi, segundo a minha imparcial experiência parcial (alias, minha e do Walmor Carvalho que lá no meio trará um relato do início do vandalismo Estatal)

Borandar?

Maravilha!!

Cheguei (na região) pontualmente as 17h00


Caminhei um pouco e já "estava no Municipal"




Tudo bem cheio e bem batuta!


Tinha MUITA polícia, é verdade, mas tomando por base o último ato (2º dos Secundaristas) era factível ACHAR que teríamos um acompanhamento distante e sossegado...


Achismos à parte, voltemos pra o certo...


Faixas..


Muito som bacana!



Vez ou outra um grupo da PM incomodando (sim, não estou sendo parcial, apenas estou constatando um fato, pois a PM não tem nada que querer participar da manifestação, nessas horas vale lembrar o inciso XVI do art. 5º da CRFB que diz: "Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente");



Mas tais incômodos logo eram esquecidos e apagados pela enorme massa!!



Aí eles voltavam pra incomodar...


E eram engolidos pela massa de novo...


E por falar na massa...



Tudo estava muito bonito e prometendo um ato bem interessante...




Até a patota do Parque Augusta apareceu e deu seu recado...


Tempo passando...

18h20 marcando no relógio...

E a caminhada vai se organizando.





Enquanto alguns retardatários vão chegando


Ainda em tempo...


De pegar a saída do ato (por volta das 18h33 -abaixo vídeo da passagem/saída completa do ato-)


A partir deste momento, tivemos uma curiosa e interessante (vocês notaram que eu não citei nenhuma votação de trajeto, nem nada do gênero né?) "brincadeira de TENTE SEGUIR O ATO"


E lá foi a (enorme e linda) massa dando voltas e mais voltas pela região...








Com a PM atrás (do lado, na frente, do outro lado...)


Sempre tentando...


Cercar e direcionar o ato



Sem muito sucesso...


Até pq era muita gente e dando muitas voltas pra lá e pra cá (eu mesmo levei um olé heheheh e tive que subir uma boa ladeira, pra voltar pro caminho certo)


E a "brincadeira de TENTE SEGUIR O ATO" seguia feliz e saltitante!



 Sim, vocês já viram esta construção...


E lá vamos nós...


Pra onde?

Poucos sabiam (eu não era um desses escolhidos)



Alias, boa parte dos coleguinhas optava por parar e esperar sempre que mais de uma rota era possível...


Esperávamos...

A massa se aproximava...


As viaturas se movimentavam (trocando de lugar)


 Não sei pra que trazer cavalos, sério!!!!


E a massa escolhia uma rota...


Com usuários da tática black bloc fazendo uma linha de frente...






E o pessoal do Coletivo Passe Livre, nos surpreendendo pelo caminho...
 


 Neste momento, 19h15 passada, parecia que o caminho já podia ser desenhado...


E a massa (enorme) foi, aos poucos...


Cobrindo o Vale do Anhangabaú...


E seguindo...


 Rumo à...

23 de maio



Tudo estava lindo...


Emocionante mesmo...


Mas como estava MUITO cheio e, se eu tivesse ido atrás do ato, ainda estaria no Vale...

Seguindo a ideia de um coleguinha, optei por contornar pela esquerda de modo a alcançar o começo do ato lá na (pelo menos na minha ideia) 9 de Julho.

No caminho (que optamos) trombei com um conhecido de outros atos que estava vivendo uma espécie de cosplay divertida e crítica...


Após o registro corremos muito e, quando estávamos para alcançar o começo do ato...

Sons de bomba explodindo...

Continuamos, agora correndo mais, e quando chegamos num ponto que já daria pra avistar a linha de frente, o começo do ato e, a partir daí seguirmos tranquilos até onde eles fossem...

Descobrimos (eu e o coleguinha que deu a ideia do trajeto) o pq do som escutado, que vinha da PM, agora bloqueando uma via e gastando todo o seu estoque de bombas e "balas de borracha".


Mas ainda não dava pra descobrir o pq de tudo isto estar ocorrendo contra um ato que estava lindo!!!


19h30 passada e o jeito foi avançar para tentar descobrir o que tinha ocorrido e o que estava ocorrendo...

20h20 eu já estava na Praça Roosevelt


E tudo que descobri, vi, ouvi, senti (muito gás) DESSA vez vou guardar pra mim (e no meu arquivo) pois quando penso em macular um ato tão bacana, cheio, bonito, com relatos/imagens de...

 GRATUITA selvageria e podridão estatal 

O meu nojo só aumenta...

Mas, calma!

Não acabou na Roosevelt não!!

E (20h37) enquanto as viaturas e os caveirões rodavam histéricos pelo centro de SP...


Passei no "bar do índio" e fiz uma parada rápida (21h07) onde "me disfarcei um pouco" para descansar a perna...


E com estômago cheio saí em direção à Paulista (pois toda hora surgiam relatos de reagrupamento por lá)

Pelo caminho, mais cenas e descobertas podres, até que 22h11 cheguei no MASP, conversei um pouco com vários grupos que encontrei...

Registrei uma camiseta batuta (faz tempo que não registrava camisetas)


E por volta das 22h37, deixei o povo no MASP


Dei tchau pro Snoopy (com orelhas mutiladas, coitado)


E vim embora...

Fim de um ato maravilhoso que, infelizmente foi finalizado/vandalizado por baderneiros violentos e fardados



AQUI ACABA O RELATO DO ATO DE HOJE!!

 




Sim, eu (e o Walmor) sei que muitos querem saber pq tudo começou e ver um pouco mais (além dos dois vídeos acima) do trabalho dos baderneiros estatais.

Respeitamos...

Ok!

Mas pedimos que também respeitem nossa opção de não misturar esta podridão, no mesmo relato de um ato bacana, voltado para uma causa tão importante...

Aguardem que em breve teremos um registro específico com toda esta parte podre do DIA (e não do ato) de hoje...







Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário