Ato Nacional De Repúdio Contra o Uso de Peles De Animais (SP)

Texto e Imagens: Ribas Machado



Que bom que o radar o O.I. detectou o...



Que trazia os seguintes detalhes:

São Paulo - Oscar Freire, esquina com a Agusta.

Rio de Janeiro - Shopping Leblon - em frente.

Porto Alegre - Largo Glenio Peres - Em frente ao mercado público - Centro

Ceará - Em frente à Assembléia Legislativa.

***Ato de repudio contra o uso de peles de animais***
*** Melhor Nú do que com a pele que não me pertence***

Ato pacífico e simultaneo, onde concientizaremos as pessoas sobre a exploração e sofrimento animal.

- Os Animais em Números -

Para fazer um casaco de peles de comprimento médio matam-se:

- 125 arminhos
- 100 chinchilas
- 70 martas-zibelinas
- 50 martas canadianas
-30 ratos almiscarados
-30 sariguéias
-30 coelhos
-27 guaxinins
-17 texugos
-14 lontras
-11 raposas douradas
-11 linces
-09 castores

Lembrando que ainda existem dezenas de outras espécies exploradas, entre elas:
Crocodilos, cobras, cangurus, focas, ursos, carneiros, vacas, zebras, entre outras.

***Contamos com a colaboração e presença de todos***


Eu já estava com saudade dessa patota, que eu não trombava há tempos (tanto que reparei certa renovação no contingente, renovação esta que achou legal eu, jornalista, estar com interesse por aquela pauta e resolver ir pra rua cobri-la... Algumas queriam me empurrar panfletos, para eu conhecer melhor a causa animal... Foi batuta...)

A saudade era tanta que, mesmo com o ato marcado para as 14h00, com concentração na esquina da Oscar Freire com a Augusta (ruas de Sampa), e mesmo eu não sendo lá uma das pessoas mais pontuais do mundo, cheguei na região às 13h27...


Andei um tanto e 13h36 já estava na esquina marcada...


Na verdade, naquele horário, só estava eu, os que lá frequentam (pra comer ou comprar) e os que estavam chegando para se posicionar nas esquinas e conseguir cuidar dos carros, vender balas ou pegar alguma esmola (curiosamente acabei chegando quando essa última patota também chegava, na mesma esquina, se organizava e se separava pra o "trabalho do dia" -qualquer dia que investigar isso melhor e escrever algo a respeito-)

Tempo passou e 13h50 as ativistas começaram a chegar...


 
Se multiplicar...



Se preparar/arrumar...


Registrar...




E tudo estava indo de forma sossegada...



Tão sossegada que as pombas podiam passear pela calçada...



Alguns já iam panfletando...


Até que deu 14h27 e a moçada começou a andar (quando então me aproximei)




Inicialmente andaram (da esquina) sentido Casa Branca (pela Oscar Freire) e, no caminho, paravam um pouco na frente de estabelecimentos "conhecidos", fazendo um protesto silencioso...


Enquanto alguns paravam (um pouco) o trânsito


E outros buscavam chocar (com sucesso) os pedestres...


Se entendi bem, esse cadáver abaixo é de um coelhinho (evidentemente) sem a pele...


"Estabelecimento protestado"...

Grupo segue andando e alcança a esquina com a Padre João Manuel.

Atravessa a rua e volta pela outra mão da Oscar Freire...


E toca continuar caminhando pela Oscar Freira, agora, sentido Rebouças...


Sempre em silêncio (confesso que senti falta dos megafones...)



Caminhando...


Passando pela esquina inicial...



E, seguindo pelo caminho.

Distribuindo a mensagem (que, ACREDITEM, era lida por praticamente por todos que a recebiam...)


 Protestando em frente de estabelecimentos...







 Recebendo solidariedade de outros (estabelecimentos e pessoas)


(Eu, como estava sempre ou atrás ou na frente, pude ver e comprovar várias reações bacanas de pessoas que ou recebiam panfletos/viam o povo passar e elogiavam, ou corriam pra fora das lojas para falar/ver a turminha...)


E não sendo incomodados pela PM...

Que passava, olhava, e seguia (deixando seguir)


Deixando a patota caminhar com os cartazes e suas mensagens silenciosas...





Estava um ato literalmente iluminado


Calmo, tranquilo, mas passando a mensagem e obtendo o objetivo, ou seja, conscientizando...

Seja nas calçadas...


Nas esquinas...



Ou no meio da rua...








 

 Com seus panfletos e textos batutas...


 Camisetas idem...

E os cartazes, ah! Os cartazes...











Aos poucos (sem pressa), 15h06, o grupo chegou na esquina


Da...


E, como eu ainda tinha outra pauta mais tarde, e como (após conversar com as organizadores) soube que o ato seguiria até o fim da Oscar, voltando pela outra calçada, no mesmo ritmo de panfletagem, protestos pontuais e caminhada silenciosa, me separei/despedi às 15h09, exatamente na esquina da...


Seguindo meu rumo de volta, leve e feliz (seja pelo sucesso do ato, seja por matar a saudade de figurinhas que eu não via há tempos).

Tá que outros grupos (em outros Estados) tiveram algumas ações mais radicais e um pouco mais teatrais, mas Sampa fez sua parte muito bem e, COM CERTEZA, conseguiu, com o silêncio e o coelhinho, conscientizar muita gente (em sua maioria) que alimenta ou já alimentou esse mercado doente...

Que venham outros protestos/atos da causa animal (tava com saudade)

Até a próxima!!!


Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário