Anime Guarulhos Festival

Texto e Imagens: Ribas Machado





Olá amiguinhas e amiguinhos!

Hoje, 9h46 eu chegava no ponto e oficialmente iniciava a peregrinação rumo a mais uma cobertura, totalmente sem muita expectativa mas, que me surpreendeu (positivamente) MUITO!


9h55, eu entrava em um ônibus comum que me deixaria na estação Armênia, de onde, seguindo as  orientações (CORRETAS), dadas pelo casal de (grandes) amigos Jey & Paulo (Catrina e Catrin do La Muerte en Colores), (pagando R$ 4,80, ao invés de R$ 6,15 -sim, sou muquirana e, não, não temos patrocínio, apoio, permuta aqui no site... MAS ESTAMOS ABERTO A NEGOCIAÇÕES, VIU?-) eu tomaria um intermunicipal, com um motorista muito batuta, com quem fiquei conversando e que me deixou 10h47 (valeu muito pagar mais pelo papo e pela rapidez) na...



Após desembarcar, cruzei a passarela e segui rumo à Chaminé (do "Adamastor" -local onde aconteceria o A.G.F deste ano-)


Já do outro lado da Dutra, caí quase dentro do palco onde (iriam acontecer os shows), ou seja, já estava no evento, CHEGUEI!!

Mas as surpresas boas só estavam começando, pois conversando com os staffs, me apresentei e de lá (da região do palco de shows) saí com um deles (Johnathan -perdão se a grafia estiver errada-), que fez questão de me levar/de me "fazer segurança" até a assessoria de imprensa do evento...

Pelo caminho pude ver a área (externa) de alimentação, montada por vários food trucks


Entrei na área (interna) do evento e rodamos até achar a (simpática e eficiente) Org. Roseli quando, então (agora só com ela), passeei mais um tanto e fui entregue para o Daniel (responsável pela imprensa do evento) que me credenciou e me levou para um tour detalhado por todo local (isso foi muito batuta)...

Quando passeando por (literalmente) todo o evento...

Pude acompanhar a revista na entrada (sim, o evento já estava abrindo as portas -começou por volta das 11h20-)


Pude registrar parte do início (11h47) da coleta da doação de alimentos (sim, o evento era gratuito, mas havia a opção/pedido para quem quisesse, levar um quilo de alimento, pedido este que, como podem ver, foi atendido pelo público... SHOW!!)


Pude ver o (grande) espaço começar a encher...


Chegando no auditório (enorme), fui apresentado para apresentadora do palco interno Luciana ''Vamp Heart'' (à direita, nas fotos abaixo, acompanhada de uma guria que, como ela, Vamp, estava fazendo cosplay da mascote do evento) que, por lá, estava se aquecendo/preparando...



Que é uma figurinha ímpar e gravou (12h11) um papo conosco (que, pelo fato do palco ainda não estar aberto e a iluminação ainda estar em fase de testes, não ficou muito boa na parte visual, mas vale muito ouvir o que essa figurinha paradoxal -doce, com visual agressivo- tem a dizer...)


Nisso, como já estava credenciado, estava onde queria estar (palco interno) e senti que o Daniel precisava trabalhar... Com certo esforço (pois ele -como todos- insistia na gentileza de me acompanhar) liberei ele e comecei a me preparar para a pauta que havia previsto (baseada na programação abaixo...)

Obs: Antes de continuar, vale explicar que esta introdução, acima, no melhor estilo "meu querido diário", indo até além do nosso formato tradicional (que curiosamente já nos rendeu o apelido carinhoso de "Diário Cosplay") serviu para mostrar para você como é/foi fácil e tranquilo chegar nesse evento e como o grupo de orgs e staffs é/foi batuta. Lógico que existiram alguns probleminhas, facilmente solucionáveis, que serão citados ao final, mas... Ao fim e ao cabo, posso dizer que quem, podia ir e não foi, perdeu...

Com relação à pauta...

Eu tinha cinco pontos que pretendia conseguir enfrentar e vencer...

  • Conhecer e ouvir o, idealizador/criador do AGF, Rodrigo Rosa de Souza

CHECK!




  • Conhecer e ouvir o Artista/Desenhista/Roteirista (brasileiro) da DC Comics (com passagem também pela Marvel) Felipe Watanabe (na foto abaixo -que sofreu com as mudanças de iluminação- à esquerda, acompanhado da Roseli, Vamp e Rodrigo)


CHECK!

Que, após o bate papo com a Vamp (iniciado 12h54, em um teatro/auditório cheio)



Aceitou numa boa, humilde e tranquilo (atitude típica de artistas de verdade que tem conteúdo e não surgem/são fabricados do nada e, portanto, tem medo de surpresas e situações não controladas) gravar conosco (13h38)...


E, (MUITO) mais, aceitou me fazer outra gentileza (um autógrafo, pois nessas horas também sou humano e, todos sabem que, toco este site por amor e paixão por todo este mundo batuta...)

Obs: Aqui cabe uma observação que reforça os elogios feitos acima... Qual seja, o fato de que quando ele sentou para começar a surpresa (foto acima), do nada, me perguntou: "Você está com pressa?". Pera, calma, eu apurrinhando um artista internacional, pago em dólar e o guri preocupado se está tomando meu tempo, se está me atrapalhando... Nem falo mais nada, virei fã!
Ou seja, além de um autógrafo, me fez uma arte do seu personagem autoral, o...


Que será lançado, oficialmente, para o mundo na CCXP 2016 (estaremos lá!!)


  • Conhecer e ouvir as Artistas/Irmãs/ Dubladoras Luciana Baroli & Letícia Quinto

CHECK!



(Na foto acompanhas da nova geração de dubladores com o "Selo Baroli")

Que, antes (13h59) do "bate papo com a Vamp", me receberam no Camarim, onde falaram conosco, tendo, inclusive disposição e alegria (imagino que isso as vezes canse) para gentilmente nos (eu e vocês leitores do O.I.) brindar com algumas vozes especiais...


 Findo o papo, deixei-as em paz para fazer o que dubladoras fazem antes de entrar no palco...

Aproveitei a presença (ali na região dos camarins) e gravei com

 (14h14) A moçada da Banda Dream Generation


(14h20) O Sifu Jardel Oliveira

E segui, (pouco) tempo depois, pra me posicionar no teatro/auditório, onde (14h37) as irmãs começavam a maravilhar a (grande) plateia que as esperava...



  • Acompanhar os concursos Cosplay (que dariam prêmios bem supimpas como R$ 1000,00 e entradas pra CCXP) e conversar com o Organizador
Bom, começo dizendo que me posicionei na ante sala do auditório onde (ainda podia ouvir o bate papo das dubladoras e) podia acompanhar chegada/entrada dos Cosplayers, e fui fazendo registros dos participantes que, já já, disputariam os diversos prêmios...















Tempo foi passando (15h03), o lugar foi enchendo, a organização (devia estar resolvendo detalhes importantes e) não aparecia (naquele local -que era a ante sala do auditório, auditório este, onde ainda rolava o bate papo com as dubladoras-)...


Aí resolvi sair do auditório, para registrar outros participantes que aguardavam lá fora, e procurar o organizador do concurso.

Duas pessoas me aconselharam a não fazer isso, sob pena de eu não conseguir voltar a tempo pois, lá fora, uma delas me disse que, estava parecendo a estação da Sé às 18h00 (para quem não é de Sampa, a Sé é uma das principais, senão a principal estação de metro de SP);

Mas a ante sala estava lotando e o tempo estava passando, então lá fui eu...

Consegui registrar alguns cosplayers que esperavam, fora, a hora de competir...





Mas, não achei o organizador Fly Aguilera e, pior, realmente não consegui voltar (pois, realmente, os, até, largos corredores e espaços estavam abarrotados...)

Obs: Soube pela Cosplayer Thuany Salvioli (convidada a entregar as premiações) que tudo correu bem. Futuramente se algum colega me enviar fotos ou vídeos do concurso, farei um adendo aqui... Mas, infelizmente aqui tenho que marcar UNCHECK!!

Antes de partir para o quinto item da (minha) pauta, vale registrar que, embora eu não tenha obtido sucesso no item acima, a minha saída acabou sendo proveitosa, pois mais surpresas (muito batutas) aconteceram...

Dentre elas cito o fato de encontrar...

- O Felipe Watanabe, tranquilamente, passeando pelo evento e interagindo com os fãs...


- Conhecidos/conhecidas batutas no espaço de KPOP



- (no meio da multidão) A minha família querida de caveiras mexicanas...




- Vários artistas conhecidos (de outras pautas) no corredor de artistas independentes...


- (amigos) Membros da Liba Cos Funny, na área de card games



E o fato de poder conhecer espaços muito interessantes como, por exemplo (mas não só) a...



E a...


Espaço com exposição, venda de produtos e workshop de garage kits e papercrafts...



Coordenado pelo casal, de fundadores, Vanessa e Humberto (abaixo nas fotos ladeando a Hera Venenosa)


Que, muito gentilmente (15h44) topou falar/gravar um pouco conosco...



Depois de muito caminhar (e me perder, hehhehee -vocês sabem o quanto eu sou atrapalhado, ainda mais no meio de multidões-) consegui dar a volta e chegar/voltar na parte/entrada de trás do auditório, entrei, vi que o concurso já havia acabado, mas pude (descansar um pouco) e acompanhar (17h55) a apresentação de KPOP


Depois, dei mais umas voltas (agora em corredores e espaços já mais esvaziados) e...

SIM!! CALMA!! É VERDADE!!!

Eu falei em 5 itens da pauta não é?

Pois é...

O quinto era:


  • Ver e registrar a atração principal de qualquer evento do gênero, qual seja os COSPLAYERS

CHECK!





















































Por fim, um pouco frustrado, por ter falhado em um dos 5 itens, me dei por vencido e (afinal o relógio já marcava 19h12), chateado e sem muita vontade de ir embora daquele evento batuta (tal e qual outros cosplayers que fui encontrando no caminho e também não queriam ir embora)


Acabei encontrando (sendo encontrado) por meus guardiões locais que, além de me indicar como voltar pra Sampa, me fizeram companhia no ponto até o ônibus chegar...


Aí o ônibus "Penha" chegou (do outro lado da rua, onde caíamos ao sair do Adasmastor), me despedi da patota, do evento batuta, entrei (junto com dezenas de outras pessoas de Sampa que esperavam no ponto) e voltei pra vida real (essa volta demorou!! Impressionante como o motorista, ou quem fez a rota, desconhece a regra de que a menor distância entre dois pontos é uma linha reta...)

Até a próxima!!!!



Observações finais:

  • Este evento foi ranqueado e obteve nota: 4,8
  • Com pequenas lapidações a nota poderia e poderá subir muito (material humano, capacidade e vontade a equipe tem)
  • Dentre as lapidações eu citaria:
- A multidão de pessoas que (compareceu no evento muito batuta) entrou e acabou atrapalhando um pouco a curtição dela (multidão) mesma, pois sem conseguir andar e entrar em todos os lugares, não tinha como aproveitar o ótimo evento que estava teoricamente montado...
- A multidão que (compareceu no evento muito batuta e) quase impossibilitava a locomoção dos cosplayers e, repito, dela mesma;
- A mistura de públicos (em GRANDE quantidade) que, vez ou outra, gera algumas situações desnecessárias (e aqui não estou falando em classes sociais nem nada do tipo, estou falando em públicos específicos, mesmo, tipo quem só queria beber e "bater cabeça com as bandas", quem queria o evento como um todo, quem estava de cos, e quem entrou pq viu a porta aberta...);
- O palco externo (que teve seu lado bom mas também acabou deixando bandas menos conhecidas sem público)
- O fato de, um concurso cosplay com prêmios tão batutas, ser julgado APENAS por duas pessoas, por acaso, amigas e conhecidas do organizador (conheço e não tenho NADA a dizer contra elas, muito pelo contrário, mas...). Seria batuta e agregaria MUITO MAIS valor e seriedade ao resultado, se tivessem mais jurados com, dentre estes, representantes dos grupos que cederam os prêmios e convidados ligados à temática e à interpretação... Volto a dizer que não ponho em dúvida as duas pessoas, não acho que teve qualquer favoritismo, mas entendo que para prêmios tão legais (obtidos por mérito e esforço do organizador) não basta ser sério, tem que também parecer sério...
  •  Como última observação eu me permito, e me sinto na obrigação de, sugerir (de fora é fácil...tsc tsc) que, numa próxima vez, até se mantenham os palcos externos, gratuitos, ok, mas passem a cobrar (uma quantia justa) pela entrada no "evento interno" mais temático, dando, sei lá, gratuidade para quem estiver de cosplay (ou fantasiado), quem trouxer seu deck pra jogar, famílias completas com crianças, sei lá... Isto, esta seleção, evitará uma multidão sem objetivo, vagando por vagar enquanto o show x ou y não começa, deixará quem só quer "bater cabeça" feliz com a programação externa e, permitirá os que querem curtir toda a programação, mais temática, poder fazê-lo com mais qualidade...
O que mais, o que mais...

Acho que mais nada! (se surgirem e me cederem fotos e vídeos dos concursos, serão postas abaixo)





Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

4 comentários:

  1. nem falo de mim mais ta bom .........

    ResponderExcluir
  2. O Noivo foi citado, então considero que a família de vocês foi citada e por tabela você :)

    ResponderExcluir
  3. Nós da organização do Anime Guarulhos Festival 2016 agradecemos a cobertura do evento , por prestigiar as atividades principais e pelas opiniões expressas sobre o conteúdo e organização do evento . Tanto os elogios quanto as críticas foram recebidos com alegria por nós pois realmente condizem com a realidade .
    Muito Obrigado ao Olhar Imparcial pela postagem e aguardamos o retorno em nossos futuros projetos na cidade .

    Rodrigo Rosa de Souza
    Coordenador do Anime Guarulhos Festival 2016

    ResponderExcluir