O Lar das Crianças Peculiares (Set/2016)

Coluna: Machadadas
Autor: Ribas Machado


 Hoje, por volta das 10h30, eu tive a alegria de estar no...


Escolhendo um (ótimo) lugar...


Para assistir:

"O Lar das Crianças Peculiares"

Experiência (sim, vou usar um jogo de palavras boboquinha) realmente peculiar, em 3D, que durou até por volta das 12h41


Quando o ótimo filme, responsável por um dos meus melhores começos de semana dos últimos tempos, acabou e...

Sobre ele, eu começo trazendo um...
Resumo (oficial da Fox)


"Dirigido por Tim Burton (Alice no País das Maravilhas), o filme é estrelado por Asa Butterfield (A Invenção de Hugo Cabret) que dá vida ao jovem Jake, que segue as pistas deixadas por seu avô sobre um mistério que se estende por diferentes mundos e tempos. Em seu caminho, encontra um lugar mágico, mas o mistério e o perigo se aprofundam quando ele começa a conhecer os moradores e aprende sobre seus poderes especiais e seus poderosos inimigos."

Seguido por algumas...

Curiosidades (colhidas no IMDB)
  • O Livro/história de Ransom Riggs, que originou o filme, já teve duas continuações, "Hollow City" e "Library of Souls" (ótima notícia, não é?) ;
  • Ransom Riggs, o autor do livro, teve inspiração em fotografias antigas e estranhas, como por exemplo a de uma menina levitando. O autor garimpava estas fotos em "mercados de pulga", as incluiu no livro e, segundo consta, mais tarde mostrou-as, antes do início das filmagens, para o diretor Tim Burton (taí uma coleção batuta pra se começar);

  • Tim Burton descreveu a senhorita Peregrine como uma espécie de "versão assustadora de Mary Poppins" (não deixa de ser);
  • Parte das filmagens foram feitas em Blackpool, no Reino Unido;
  • A casa onde as crianças vivem é uma casa real. É chamado de "Torenhof" e pode ser encontrado perto de Antuérpia, Bélgica (fica o registro...);
  •  No livro escrito por Ransom Riggs, a peculiaridade de Emma é controlar o fogo, enquanto que Olive (que é "a menina na capa do primeiro livro") só pode flutuar (e, não, controlar totalmente o ar. No filme Olive controla o fogo, enquanto que Emma, além de flutuar, também pode controlar o ar (fica o registro...); 

  • Nos livros, Olive era uma das meninas mais jovens, e Bronwyn era mais velha. No filme ocorre a inversão. (fica o registro...);
  • Sim, no livro, o personagem "Dr. Golan" é um homem, enquanto que no filme ele é interpretado por uma mulher, Allison Janney (fica o registro...);
  • Esta é a terceira vez que Tim Burton e O-Lan Jones trabalham juntos. A primeira vez foi "Edward Mãos de Tesoura", de 1990, e a segunda foi em "Marte Ataca!", de 1996. (talvez por isso que, não por acaso, um dos bonequiquinhos que ganha vida - não entrarei em detalhes- lembra MUITO o Edward).


Pela...

Ficha técnica (para mais detalhes, aconselho visita ao IMDB)


Direção - Tim Burton
Produção - Peter Chernin & Jenno Topping
Produção Executva - Katterli Frauenfelder, Derek Frey e Nigel Gostelow
Roteiro - Jane Goldman (baseado no Livro, de 2012, de Ransom Riggs)
Gênero -  Fantasia/Aventura
Música - Danny Elfman    
Distribuição - Fox Film do Brasil
Lançamento - USA, 25 Setembro 2016 (vulgo, ontem) durante o "Fantastic Fest" (estreia no Brasil em 29 de setembro de 2016)
Duração - 127 minutos
Idioma - Inglês
Elenco (principal)-
  •      Eva Green - Miss Alma LeFay Perigrine
  •      Asa Butterfield - Jake
  •      Samuel L. Jackson -  Barron
  •      Judi Dench - Miss Avocet
  •      Rupert Everett - Ornithologist
  •      Allison Janney - Dr. Golan
  •      Chris O'Dowd - Franklin Portman
  •      Terence Stamp - Abraham Portman
  •      Ella Purnell - Emma Bloom
  •      Finlay MacMillan - Enoch O'Conner
  •      Lauren McCrostie - Olive Abroholos Elephanta
  •      Hayden Keeler-Stone - Horace Somnusson
  •      Georgia Pemberton - Fiona Fruanfeld
  •      Milo Parker - Hugh Apiston
  •      Raffiella Chapman - Claire Densmore
  •      Pixie Davies como Bronwyn
  •      O-Lan Jones como Shelley
  •      Aiden Flowers como Jacob Portman (aos 10 anos)

E, logicamente, pelas minhas...


Impressões
  • Não li o livro, portanto não irei traçar paralelos, alias, confesso que  acho meio boboquinha traçar paralelos entre livro e filme, pois quem lê cria a "sua própria história", portanto o máximo que se consegue ao traçar tal paralelo é (se eu o fizesse) comparar o filme com o "MEU filme" (só isso...) o que, para um leitor que porventura tenha lido, em nada ajudaria, ao contrário ele simplesmente teria "três filmes" para comparar (e, muito provavelmente continuaria gostando mais, continuaria mais apegado ao dele);
  • Adorei a relação entre o Avô e o neto. Realmente me emocionei (mas deem um desconto aqui, pois sou suspeito, adorava meu avô e tenho muita saudade dele);
  • Por vários momentos acabei me lembrando e fazendo associações com X-Men;
  • Alias, vários pontos da história já foram tocados (por vezes bem, por vezes, nem tanto) em outras histórias, séries, sagas mas, acreditem, o conjunto da obra te prende tanto e é tão bem amarrado que mal dá pra se perceber estas "homenagens", alias, fica-se até com a dúvida temporal de quem teria homenageado quem (só pra registro, o livro é de 2012);
  • Achei "um dos melhores Tim Burton que eu já assisti" (para quem não sabe, eu não sou muito fã da visão, do estilo Tim Burton de ser -também não gosto do Tarantino, fica o registro- mas, neste filme, conseguimos ver um/o Tim Burton que, sem deixar de sê-lo, consegue filtrar seus exageros e trazer um algo mais, trazer uma leveza, uma continuidade tranquila, doce e muito bonita);
  • Cenários, música, construção de personagens, cenas de ação, romance, drama, fantasia tudo esta no lugar e no percentual certo (tá, é verdade que, principalmente quem não leu o livro como eu, em algumas raras vezes, encontra/sente alguns buracos que surgem na trama, mas eles são quase imperceptíveis e não estragam a história em nada);
  • Os paralelos com a 2ª Grande Guerra, embora sutis, também trazem/criam um pano de fundo bem batuta;
  • Vou parando por aqui, até para evitar spoilers mas, saibam que adorei o filme aconselho MUITO, pois há muitos anos eu não saia tão feliz, tão emocionado de uma sala de cinema!

Finalizando, devo confessar que por mais de duas horas, fui transportado (até pelo fato do filme ser em 3D) para uma aventura deliciosa, memorável que tem tudo para ser "O FILME" de 2016 e, pq não, para ser a SAGA DE SUCESSO DA VEZ (sim, já estou na torcida para que tenham continuações do mesmo nível, com os mesmos atores e direção, inspiradas nos dois livros já escritos e torço também para que o autor,  Ransom Riggs, continue escrevendo esta saga por muitos e muitos anos!).

Até a próxima!

Escolha um bom CINEMA e assista

E...


Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário