Assassin's Creed

Coluna: Machadadas
Autor: Ribas Machado


Segunda feira, 10h17 da manhã, chegava eu belo e formoso para a primeira cabine do ano...


Estava bem cheia, afinal...

Os trabalhos de 2017 começaram com, nada mais, nada menos que...


Eu estava com muita expectativa e (como, praticamente, sempre ocorre) isto não é muito bom...

Mas borandar e falar sobre o...



Resumo (oficial da Fox)
Através de uma tecnologia revolucionária que desbloqueia as memórias genéticas, Callum Lynch (Michael Fassbender) vivencia as aventuras de seu antepassado Aguilar, na Espanha do século XV.  Callum descobre que ele é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassins e acumula incrível conhecimento e habilidades para assumir a organização templária opressiva e poderosa nos dias atuais.

A ficha técnica básica (oficial da Fox)
ASSASSIN’S CREED é estrelado pelo indicado ao Oscar® Michael Fassbender (X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, 12 Anos de Escravidão) e pela vencedora do Oscar® Marion Cotillard (Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Piaf: Um Hino de Amor). O filme é dirigido por Justin Kurzel (Snowtown, Macbeth); produzido pela New Regency, Ubisoft Motion Pictures, DMC Films e Kennedy/Marshall; cofinanciado. Distribuído pela Fox Film do Brasil, a estreia no Brasil está confirmada para 12 de janeiro.
 
Citar algumas curiosidades batutas (colhidas no IMDB)
  • Michael Fassbender e Ariane Labed fizeram 95% das lutas no filme;
  • O filme apresenta a maior queda livre realizada por um dublê em quase 35 anos. O dublê Damien Walters realizou uma queda livre a partir da altura de 125 pés (38 metros), que durou quase 3 segundos com uma velocidade de 61 mph de impacto.
  • O figurino dos "Assassinos" levou de 2-3 meses para ser finalizado e foi todo feito à mão. Há oito versões de cada traje, com uma equipe de fantasia inteira dedicada a cada um dos assassinos.
  • Este filme é baseado em um jogo com o mesmo nome. O ator Michael Fassbender nunca tinha jogado nenhum dos nove jogos da série até pouco antes do início da filmagem; Ele nem sabia que os jogos existiam até que ele foi contratado pela Ubisoft;
  • A Ubisoft deu aos fabricantes de ferramentas uma lista detalhada de cada arma feita para os jogos que eles poderiam usar como guia;
  • 80% do filme, incluindo acrobacias, extras e locais, foram filmados na câmera, sem usar CGI;
  • O diretor Justin Kurzel não queria mostrar os Assassinos como heróis e os  templários como vilões, ou vice versa, porque ambas as ideologias não podem ser claramente chamadas de certas ou erradas e ambas podem ser corrompidas;
  • Ao contrário do que ocorreu no jogos, as sequências históricas estabelecidas na Espanha do século 15 foram filmadas em língua espanhola. De acordo com Justin Kurzel, eles tentaram, inicialmente, fazê-las em Inglês, mas a decisão sobre o espanhol era óbvia demais e acrescentava um exotismo e riqueza extra para o filme;

E seguir rápido para as minhas impressões e críticas:



Bom, já de cara, quero dizer que a impressão que deu foi a de que eu estava assistindo alguma adaptação (para o cinema) de algum livro novo do Dan Brown. Vira e mexe eu me pegava esperando a aparição do Tom Hanks, no papel do Professor Robert Langdon, mas (SPOILER ALERTA) não ocorreu!

Ah! Para quem se perdeu na observação acima e não conseguiu lê-la como elogio ou crítica, quero informar que eu gosto muito das adaptações (para o cinema) dos livros do Dan Brown e, portanto, SIM, foi um elogio...

Sim, eu gostei do filme. Por boa parte dele eu fiquei preso à trama, adorei a fotografia (embora não tenha curtido o 3D... Bastante desnecessário, ou melhor, pouco aproveitado o que tornava a necessidade de usar um óculos chato -eu não gosto de óculos-, bem enfadonha) porém, ficou bem aquém das minhas expectativas (que eram BEM altas, registre-se).

Sim, eu gostei do filme, mas... Achei a pronúncia, do espanhol, sofrível;

Sim, eu gostei do filme, mas... Odiei as cenas de perseguição (ambientadas na Espanha antiga) em que os soldados/guardas surgiam de todos os lugares e em todos os lugares certos, antecipadamente, como se estivessem realizando um cerco todo coordenado com rádios comunicadores, helicópteros e satélites (não existentes na época), alias por falar em aparecer, era risível certos personagens do Clero que tinham onipresença... Enfim!

Sim, eu gostei do filme, aconselho SIM! Mas ele poderia (tinha potencial) para ter sido "O" filme de ação de 2017 (o que, acredito... Não acontecerá)

Por fim...

Sim, eu gostei do filme, mas... Gostei (até) mais da experiência (de 5 min) que nos foi proporcionada ao final...


Alias, quando eu falo em "nós", olhem só quem encontrei por lá...



De mais a mais, vale informar que Assassin's, dia 12 de janeiro, estreia nos cinemas e, por falar em estreias confirmadas da FOX, vale citar também :
  • Estrelas Além do Tempo, 02 de fevereiro (Ótimo filme, que merecia ter sido muito mais indicado para o Globo de Ouro e, mereceia ter levado o prêmio com a Octavia Spencer, mas...);
  • A Cura, 16 de fevereiro;
  • Logan , 02 de Março;
  • O Poderoso Chefinho, 30 de março;
  • Alien: Covenant, previsto para maio;
  • Planeta dos Macacos: A Guerra, previsto para julho;
  • Lino, previsto para julho;
  • Kingsman: O Círculo Dourado, previsto para setembro.


Até a próxima!!

Share on Google Plus

About Videoteca do Olhar Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário