Nos eventos, Cosplayer é atração!?

Texto: Ribas Machado
Imagem: Printada da net



Breves explicações referentes à imagem acima:
  • Ontem = Dia 11/06/2018;
  • Espaços em branco = Nomes devidamente retirados para evitar problemas (EXCLUSIVAMENTE) para os cosplayers;
  • Explicação da imagem = Momento em que ocorre uma Manifestação, de Cosplayers, por mais  respeito (enquanto ser humano, cosplayer, e consumidor), durante um evento ocorrido no último fim de semana, no Espírito Santo,




Tudo explicadinho, começo pelo fim (já explicando que no fim vocês entenderão este começo), dizendo que a melhor resposta QUE EU CONSIGO DAR, para a pergunta do título, é:

DEPENDE!!!

Pois bem, tá aí uma pergunta que não possui uma resposta simples, simplista, única e, fatalmente, quem por ignorância, parcialidade, má fé, estelionato (ou qualquer outra razão DIFERENTE de emoção/calor do momento -quando normalmente coisas são ditas sem um pensamento mais apurado-) se utilizar de (e insistir em) alguma resposta mais final, geral, mais radical, no estilo "SIM" ou "NÃO", estará fadado(a) ao fracasso da sua tese e (ou) na pior das hipóteses (infelizmente não tão incomum) só estará nos mostrando desejos interiores, quase velados, de enganar (pro bem ou pro mal) o restante da cena...

E pq digo isto???

Simples...

Pra começo (e fim, pois acho que bastará p/vc entender a ideia) de conversa, existem vários tipos de evento

E, sobre eles (eventos) eu mesmo, visando ajudar a melhorar a cena (e melhorou bastante) criei o "Prêmio dos Melhores Eventos" que teve a 1ª edição em 2016 e no meio da 2ª edição foi pausado (um dia pode voltar), pois comecei a ser chamado e, por vezes, contratado/convidado a ajudar, julgar, organizar e prestar assessoria para eventos e (ou) concursos quando, então, me senti incomodado em julgar eventos "rivais/concorrentes", pausando, portanto, o ranking/prêmio MAS continuando a observar o que (AINDA) tinha de ruim para evitar tais práticas em eventos/concursos onde eu colocasse meu nome ou minha assessoria... (na enorme maioria das vezes "gratuita" -aspas pois ajuda de custo, transporte e alimentação NÃO É PAGAMENTO, REPITAM COMIGO!!!! "ajuda de custo, transporte e alimentação NÃO É PAGAMENTO"-).

Mas voltemos aos diversos tipos de evento...

Pois bem, ninguém pode dar uma resposta final (afirmativa ou negativa) pra pergunta acima pois a situação dependerá de caso a caso, explico:

  • Nos eventos feitos para o público nerd/otaku (UP!ABC, Ressaca Friends, Anime Friends, World Pop Festival, Anime Guarulhos Festival dentre alguns outros, incluindo aqui os eventos, sérios, de Sci-Fi), o cosplayer NÃO é atração! Mas isto não é um demérito, pois ele é muito mais que atração, ele é público, ele é cliente, ele é "quem banca o evento" e, portanto, por estar pagando (muitas vezes até caro) ele tem direitos e, principalmente, tem razão!!! E por ser um consumidor ele pode e, mais, DEVE reclamar quando o evento não fizer jus ao valor cobrado (estrutura, atrações nacionais e gringas, estandes, segurança, comodidade, localização, local e outros tantos itens mais, que podem ser analisados aqui -no prêmio eu analisava 50 itens) ele pode SIM dar sua opinião e até tentar algumas mudanças/melhorias pré evento (como o POVO DO ES tentou). Lógico que o evento/convenção pode ser entrada free, lógico que o evento/convenção pode cobrar só dos que não estiverem de cosplay, lógico que... SIM!!! FATO!!! Mas... Aqui o Cosplayer, o é público, ele é consumidor e deve ser bem tratado senão a concorrência agradece hehehehe
Aqui, nesta categoria de evento, em especial em um dos eventos, SÉRIOS, de Sci-Fi foi onde (em um 02 de julho de muitas décadas atrás), nos EUA, a prática do Cosplay surgiu (mas falamos a respeito disso outra hora -ou você pode buscar este assunto aqui no site em matérias sobre o "Dia do Cosplay"-) e, desde então se espalhou para o Japão e, depois para o mundo!

É muito perigoso e ingrato querer definir o que é cosplay mas, até por isto, melhor ir no básico, ou seja, na origem (EUA) e no nome (criado no Japão).

Origem: (EUA) O PÚBLICO, OS FÃS iam aos eventos e convenções fantasiados (sim, este era o termo da época) dos seus personagens ou de personagens criados na temática do evento/convenção, simplesmente para se divertir e curtir o evento a caráter, PONTO!! Eram fãs!!! Adoravam o tema da convenção, sabiam tudo a respeito e queriam estar junto de outros fãs que também sabiam tudo a respeito para poder ter com quem conversar e se distrair em um ambiente mágico e seguro, livre de olhares tortos e preconceitos... Assim surgiu o costume de se fantasiar que depois deu origem ao...

Nome: (Japão) Cos = "se vestir", Play = "brincar";

Isto era/é a arte Cosplay que, nestes eventos citados acima, tenta ser preservada e, até melhorada. Vale, por fim, citar, até pra mostrar e comprovar a dificuldade em uma resposta pronta afirmativa ou negativa, que MESMO NESSES EVENTOS pode ocorrer de algum COSPLAYER ser atração, pode ocorrer destes eventos convidarem algum grande campeão, algum grande cosmaker, algum COSPLAYER personalidade em sites de foto ou no youtube, para palestrar, aparecer e tirar fotos, julgar o concurso... Mas isto, nestes eventos é exceção e bastante pontual!

  • Nos eventos feitos para o público gamer, geek, eventos de HQ e também nos Matsuris da vida (CBLOL, BGS, Festival do Japão, TO-SA, TOYO, TANABATA...), eu, particularmente, AMO Matsuris mas, aqui, por mais que também tenham fãs que vão de cosplay (no melhor estilo das Convenções do século passado), fato é que o Cosplayer acaba se tornando, SIM, uma atração (algumas vezes nem muito desejada, mas necessária pois -acreditem, até para parar de me gerar vergonha alheia- PROPORCIONALMENTE FALANDO orientais, fãs de tecnologia e gamers não gostam muito -talvez fosse melhor dizer "não respeitam/valorizam"- cosplay/cosplayer/a cena em si. Como em tudo na vida, há exceções, mas vcs leram o proporcionalmente falando né??-). 
Nestes eventos o público alvo é outro e, como disse, é um público que (% falando) está preocupado com os novos jogos, novas tecnologias, com a cultura da sua terra (ou dos seus antepassados) e QUANDO NÃO vê o cosplayer como aberração, como um bando de adultos vestidos de collant, como babacas, como pessoas com alguma síndrome mental, acha graça em tirar fotos com aqueles "fantasiados" e(ou) com aquela menina "vestida" como um personagem do jogo... 
Lógico que muitos cosplayers são geeks, gamers e amam a cultura oriental (curiosamente conheço poucos cosplayers brasileiros com sangue oriental. E você?) e, como disse também, vão nesses eventos como fãs, como público, como consumidores mas, principalmente pra vocês, saibam que, quando esses eventos dão uma entrada grátis pra vocês, fazem algum concurso (jogado no meio da programação que não "dialoga" com o resto da programação e), julgado por pessoas que não são nada na fila do pão, com prêmio meio nada a ver, dão um prato de comida, dentre outras ações clássicas, ele, evento, na enorme maioria dos casos, não está "TE RESPEITANDO" mas, sim, te "pagando" (com vale compra, prato de comida, condução, brindes descartáveis...) ou "deixando você entrar de graça" para ser uma atração, para TRABALHAR e alegrar entreter o verdadeiro público alvo do evento, ou seja, você não está sendo respeitado, só esta "trabalhando de graça" em um local que (nem sempre) te dá estrutura (camarim, água...) para bem fazer seu serviço... ACORDEM!!!

Reparem que, geralmente nesses casos/eventos (principalmente os com entrada paga) tem alguém ou algum grupo "ligado na cena" (muitas vezes contratado e ganhando $$ do evento) agitando e tratando vc "cosplayer" SUUUUPER BEM, até pra você se sentir top e não acordar pro trabalho (quase) escravo, em troca de condução, entrada grátis ou prato de comida que você está disposto a fazer (pro "ligado na cena" pagar de bonito e organizadô de sucesso e, com isto conseguir mais intermediações), o evento esta errado em querer vc como atração? Não... O Intermediar(a) está errado em querer tirar algum? Não... São relações comerciais e fim de papo... Mas aqui você é atração e muitas vezes trabalha de graça!!!

Os eventos em si não tem culpa, enquanto existir quem caia no conto do almoço grátis, eles só dirão obrigado... Mas, já era hora da cena parar de ser usada de graça... Pois aqui, vocês são SIM atração... É verdade, repito, que são muito mais úteis do que desejados, é verdade que vocês indo ou não, truco (até pq nem pagar vocês pagam e, pior, vocês sabem que poucos cosplayers consomem de verdade nesses eventos, até pq ficam com o cos todo o tempo e não andam com mochila/dinheiro-) mas... Aqui o público final é outro, então aproveitem para aproveitar o evento (se curtirem a temática) e de repente até ganhar algum $$ nos estandes e promoções/jobs que aparecem sempre nesses eventos mas parem de dar (como dizem) close errado pagando de super respeitados, quando na verdade só foram levados, mantidos e alimentados para trabalhar de graça...

Vale uma ressalva aqui, para eventos como o TO-SA, o CBLOL e os Matsuris da Liberdade (na Época em que a Rosa organizava o Palco) pois são eventos com porta aberta que mesmo "não precisando de cosplayers", dão/reservam estrutura e programação respeitosa para este público (repisando que os demais não são eventos ruins, simplesmente vocês não são o público alvo).

  • Nos eventos aleatórios, meio que nada a ver com a cena, que geralmente se resumem a fazer concursos com prêmios altos em dinheiro (Maratona Cosplay, Shopping Galeria Pajé, Greenk, NERDCON...). Aqui, basicamente são eventos aleatórios onde você cosplay tanto é atração quanto público alvo. Estas são modalidades bem simples de fechar a conta, pois aqui é nítido o interesse em vocês (para chamar público e agitar o dia) mas também é nítido o respeito que os locais tem para com vocês (nos dois primeiros eventos -QUE TIVERAM ERROS SIM em suas primeiras edições- pude comprovar o interesse em TENTAR fazer algo correto, buscando informações e ouvindo pessoas da cena. No terceiro exemplo -caótico na sua 1ª edição-, não tive nenhum contato, mas pude acompanhar que a 2ª edição foi bem melhor que a primeira -embora com falhas sutis-). Aqui em troca da sua presença (como atração) eles realmente QUEREM você e se preocupam com o seu bem estar e (ou) se preocupam em fazer algo bem feito com prêmios bons e respeitosos... Este é o tipo de evento/concurso onde o cosplayer vai se quiser, pois são com porta aberta e inscrição gratuita, e quando vai sabe (ou deveria saber) onde esta indo, não é armadilha, malandragem ou pegadinha, tem segundas intenções?? SIM!!! Mas são claras e abertas!!! Não são eventos para "cosplayers de chão" (que não competem), estes serão mais atração do que público, mas, sim, para cosplayers que competem, pois este é o grande chamariz desta modalidade...

Por fim...

  • Temos também os eventos promovidos por lojas geek, nerd, otaku ou outros grupos e estabelecimentos que só querem ganhar dinheiro com a cena (não vou citar nenhum, pois teria que fazer propaganda gratuita das mesmas), aqui o cosplayer só é atração e, quando não ganha nada para lá estar, fato é que estará fazendo papel de tolinho pois o único interesse deste estabelecimento COMERCIAL é ganhar dinheiro e, para tanto, toda propaganda gratuita é bem vinda, não é mesmo?

Por fim do fim hehehehe
  • Restam eventos como a Bienal, a Campus Party dentre outros que não precisam do Cosplayer, não são voltados para o Cosplayer, mas respeitam a cena e dão um ou mais dias de graça para o cosplayer entrar e curtir... Lógico que onde passa o cosplayer chama a atenção, lógico que alguns são contratados por estandes desses eventos, mas a relação evento/Cosplayer, aqui é muito mais de público, do que de atração...


Como vocês podem ver (concordando ou não) é muito complicado responder um SIM ou um NÃO para a pergunta título, pois tudo DEPENDE de uma série de coisas (só citei os eventos por serem uma forma mais fácil de visualização, mas existem várias outras variáveis...)...

Seja como for, para você cosplayer e (ou) pra você que luta ou resolveu lutar pela cena, só posso dizer: OLHO ABERTO, consciência tranquila, atenção e CUIDADO para não ser feito de bobo pelo evento, por organizadores, por intermediadores (esses -alguns famosos- são os piores) e até por outros cosplayers que se prestam a queimar a concorrência para poder fica bem na fita com outros organizadores (sim, isto existe mais do que você pensam, fanbases de determinado evento/concurso que se dedicam a queimar a concorrência)..

Acordem, e façam o que quiserem fazer mas, sempre, sabendo o pq estão fazendo...

Cuidado com histerias coletivas (e seletivas) cuidado com elogios muito calorosos... Pesquisem, sintam, se posicionem e, principalmente CURTAM o que estão fazendo pois as vezes, vocês podem estar muito mais se queimando (enquanto credibilidade) e queimando a cena, como um todo, do que a ajudando...

VCS até podem ganhar $$ com algo, com algum BICO que façam bem, mas não esqueçam... 
  • Cosplay em estande = ATOR/ATRIZ, 
  • Personagem vivo em festas = ATOR/ATRIZ
  • Cosmaker = COSTUREIRO/ESTILISTA.
Essas profissões já existem, estudem, se formem e ganhem dinheiro de verdade (já vi muito cosplayer, por causa da cena, achar uma profissão e hoje, já adulto, estar se dando bem), cuidado pra não aceitar trabalho (QUASE) escravo que desvaloriza você e desvaloriza os profissionais que vivem disso...

Eu sei que a vida esta uma M. no nosso País, eu sei que tem gente que "faz cosplay" só pra conseguir "jobs" e (ou) tentar ganhar dinheiro em bicos super SUB valorizados, não vou julgar ou criticar essa turma ou a forma que conseguem se sustentar ou sustentar os seus...

Sei também que tem eventos que metem a faca e quase não dão nada em troca (desses  o tempo cuida)

Mas acordem, muitos de vocês estão fazendo errado e, ao mesmo tempo, sendo usados por eventos que não gostam de vocês e queimando eventos que gostam...

CUIDADO!! O Malandro sempre é bonzinho, e sempre pega as abelhinhas com o pote de mel...

Lutem por respeito e estruturas dignas, preços bacanas e tal e coisa, mas não pirem e não confundam as coisas pois correrão o risco de ficarem sem diversão proporcionada por eventos/convenções legais  e sem trabalho digno perdendo tempo trabalhando por prato de comida e estrutura topzera kkkkkk

Abração e até a próxima!

Ah! Mas afinal, nos eventos, Cosplay é atração????? DEPENDE!!!

Mas merece ser respeitado???? SIM, MUITO!!!!!! 

Obs: A crítica aqui não esta nos eventos e sim no não acordar de alguns que atiram no alvo errado e, muitas vezes em si próprios!












Share on Google Plus

About Canal do Ribas Machado

4 comentários:

  1. fantástico, enquanto os cosplayers não se derem o valor próprio, pessoas com segundas intenções vão sempre existir para tentar "explorar" da boa vontade dos cosplayers.

    Temos que dar valor, para quem nos valoriza....os outros, vamos deixa-los longe, assistindo a gente da arquibancada :)

    ResponderExcluir
  2. A grande verdade é que a dita "Cultura Cosplay" está muito mais conhecida do que a 5, 10 ou mesmo 15 anos atrás. Isso abre um leque de possibilidades para a 'exploração' (ou não) do público cosplayer em eventos específicos (ou não).

    Sim, existem "N" eventos e "N" tratamentos. Cabe ao público analisar e ter a real PERSONALIDADE em agir da maneira correta nos eventos que possam ter agido "de má-fé". Não com textão ou lacração e sim com AÇÃO.

    As vezes o silêncio ensurdecedor de um ato, pode ter muito mais poder em transmitir a sua mensagem, do que o barulho de quem - infelizmente - pode sequer ser ouvido!

    ResponderExcluir
  3. Ribas, muito boa e exclarecedora a sua resenha. Tenho acompanhado atentamente todos os teus toques e tenho aprendido muiito com você!
    Parabéns pela matéria!

    ResponderExcluir