Rankings internacionais (Alterações)

Texto: Ribas Machado
Imagem: Chev Roberto
Cosplayers na foto: Thuany Salvioli, 
Luanna Zanlorenzi e Jéssica Lane 





É, pois é...

Verdade que cosplay/cosplayer não é (só e nem precisa participar de) competição...

Mas também é verdade que competição é competição!!!! (e eu adoro isto!!!)

E quando falamos em competição, em melhor ou pior, estamos falando em meritocracia, em comparação, em notas, em análises subjetivas e objetivas, em regras, em estratégia, em escolhas, em análise dos concorrentes, do júri e até em auto análise, enfim, estamos lidando com um monte de coisas, um monte de nuances, de situações que pesam no resultado final das competições (de todo tamanho e formato) e no resultado DOS QUE COMPETEM.

Lidamos com tudo acima (e muito mais) mas, por outro lado (dica do tio -SEGUE QUEM QUISER-), dentre tudo que cabe para os que querem ganhar/melhorar, vale dizer que não cabe:
  • Não aguentar derrotas;
  • Não aceitar derrotas;
  • Não aprender com as derrotas (e com as vitórias);
  • (Em certos casos) Não aceitar que é uma porcaria e (ou) que errou (pois com isto não tenta melhorar ou se corrigir);
  • (Só) buscar culpados pelas derrotas e não olhar para o próprio umbigo;
  • Repetir os mesmos erros sempre, e achar que terá outros resultados (esta é clássica);
  • Destruir todos os coleguinhas/concorrentes (com ódio, recalque, burrice, mau caratismo...) para tentar ganhar por falta de competidores;
Enfim...

Como diria Raul (aquele Seixas):

 "É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro" 

Mas, ainda citando Raul:

"Coragem, coragem se o que você quer é aquilo que pensa e faz, coragem, coragem, eu sei que você pode mais!!!"

Tá, ok, lógico que as vezes existe o que reclamar (e há formas e formas de fazê-lo), lógico que as vezes dá raiva, lógico que as vezes perdemos e as vezes os outros ganham mas, a grande diferença entre os que ganham e os que (ainda) não ganham, muitas vezes está no valor que uns dão para aprender/melhorar/estudar enquanto outros dão para lamentar/reclamar/inventar desculpas.

Sim, sim eu NUNCA competi (concurso cosplay, frise-se) mas já julguei inúmeras vezes e concursos de todos os tamanhos e graus de importância (e digo mais, desde que a nova gestão assumiu o CWM br e, desde que, com o tempo, assumi a coordenação do Júri, cabe dizer que os quatro brasileiros escolhidos para representar o BR, conseguiram pódium no mundial -2015- 2º Lugar, 2016- 1º Lugar, 2017- 3º Lugar, 2018 - 2º Lugar-), por essas e (muitas) outras me sinto a vontade pra escrever tudo que escrevi e escreverei...

Mas...

REPITO: Pra ser cosplayer NÃO PRECISA GANHAR NADA!!!

Mas pra quem compete, vale acordar e se afastar do negativismo!!

Já vi muita gente nova, com humildade, crescer e, por outro lado, infelizmente, vi MUITO MAIS gente nova/antiga parar no tempo e lá ficar fazendo tudo (e só o) que não cabe...

A escolha tá na mão de vocês, seja de participar ou não, seja a de parar no tempo ou buscar melhorar e até ser um campeão!!!

E por falar em campeões desde a última atualização, tivemos alguns torneios internacionais batutas com seus respectivos premiados... Vamos ver!!??

  • A Final CWM 2017/2018:
1º- Alvaro Palma / Espanha (10 ptos)
2º- Jaqueline Fernandes / Brasil (07 ptos)
3º- Magdalena Szymanska / Polônia (5 ptos)

  • A Final WCS 2017
1º- China – Dupla XUE YAN XUE(左)e TIAN TIAN(右)
2º- México – Dupla Al Squall e Doritta Cosplay
3º- Japão – Dupla Mahio e Mariko

  • O Master Cosplay 2017 - Rafael Pereira (RJ), com o Death Knight, de World of Warcraft!


E, com eles, tivemos alterações interessantes nos rankings de:


  • Melhores Cosplayers do Mundo (Link)
  • Melhores Países formadores de Campeões (Link)


Share on Google Plus

About Canal do Ribas Machado

0 comentários:

Postar um comentário