"Geek Fair São Paulo" reúne nerds na Vila Mariana

 
Texto e fotos: Luciano Marzocca
 
Obs: Oi oi aqui é o Ribas, para contar que... Sim, como vocês já devem ter reparado, hoje, quem vai contar para vocês, como foi o Geek Fair, será o Luciano (EBA!!!) tenho que aproveitar enquanto ele ainda concorda em ser gentil para conosco hehehehe afinal Gênios só costumam conferir 3 desejos (e eu já gastei 2 heheheh). Dito isto... Devolvo-lhe a palavra, Luciano!!
         

Sábado, 29 de setembro último, aconteceu a primeira edição da Geek Fair São Paulo. A organizadora – Anime Fair Eventos – é tradicional em Embu das Artes e agora começa sua empreitada na Capital.


O espaço do Osaka Naniwa-Kai, apesar de pequeno, tem se destacado pelo número de eventos dedicados ao mesmo público – jovens, nerds e geeks. Foi exatamente o que aconteceu no sábado, quando a Geek Fair São Paulo estreou no espaço na Vila Mariana – São Paulo/SP.

O palco começou a dar o ar da graça...


Com a palestra de Fabiane Sanda e da Fernanda Gaeta sobre cosplay. Mais do que uma apresentação, foi um momento de tirar dúvidas de como adentrar a esse hobby que tanto encanta o público. A melhor frase foi “o E.V.A. É seu melhor amigo”, referindo-se ao material usado amplamente na arte.






Apresentado o tempo todo por este que vos escreve, transformado em Lex Luthor candidato à presidência. Não teve como não chamar a atenção para alguns disparates da política brasileira fazerem do principal inimigo do Superman um ladrão de galinhas.


Pelo menos, eu entreguei brindes para todos que acertavam minhas perguntas.



 
O evento contou com apresentação do escritor Adriano Siqueira, que (foi o idealizador, entre outras ações, de um grupo de escritores de contos de vampiros que recebeu o nome “Tinta Rubra” que durou mais de 10 anos.) teve sua vinda bancada (vale contar) pela Poltrona Digital. Ele falou sobre suas obras, destaque para a recém lançada coletânea “O sangue dos monstros”.




Tivemos também, um bate-papo descontraído com Daniel Renattini e Francis Graciotto continuou a programação. 




Não faltou uma viagem através da trilha sonora de filmes, games e séries com a Banda Triscore no comando, com os tripulantes Caio Gaona (bateria), Rodrigo Cordeiro (guitarra), Fernando Gomes (baixo) e Paulo Henrique (vocal). 








O Cover Dance com o Grupo Lilith, formado por Gabriela (líder), Sabrina, Sarah, Yuno, Lane e Pucca rolou com seus K-Pops e coreografias. 








A turma do Magic Potter não ficou para trás com o Chapéu Seletor ; além da palestra sobre maquiagem, com uma “zumbi de verdade” no palco. 







A chave de ouro ficou a cargo do desfile cosplay.







 
Durante todo o evento, rolou a tradicional feirinha, com fã-clubes e lojistas trazendo novidades e produtos que sempre gostamos de adquirir.








































 





O dia foi agradável, graças às companhias e o clima animado do evento. 

Praticamente 300 pessoas passaram pelo espaço, o que para uma primeira edição é um número generoso. 

Como todo evento reflete muito o carisma de seus idealizadores, deixo aqui meus parabéns.


Share on Google Plus

About Canal do Ribas Machado

0 comentários:

Postar um comentário