Roadsec 5 & Fantastic Fair

Texto e imagens: Ribas Machado



O Bom de Sampa é que sempre tem, ao mesmo tempo, muita coisa para ver, cobrir, curtir, sentir...

O Mau de Sampa é que sempre tem, ao mesmo tempo, muita coisa para ver, cobrir, curtir, sentir...

É...

Pois é...


E hoje não foi diferente, dentre  várias outras coisas que rolaram, só para citar um top 3, podemos destacar a...

  • Jedicon, São Paulo
  • Fantastic Fair
  • 5ª Roadsec
Infelizmente não consegui (por várias razões, incluindo aí um temporal que caiu por estas bandas e o jogo do meu time do coração -de Basquete- no campeonato nacional) administrar o tempo para passar (com qualidade) nos três eventos, tive que fazer escolhas e...

Como um sábio de plantão já dizia: "cada escolha, uma renúncia"

A renúncia da vez, infelizmente, acabou sendo a Jedicon, mas pretendo compensar ano que vem...

Dito isto, e por falar em promessas, vale dizer que, em 31 de janeiro de 2018, durante a Campus Party (CPBR11), eu havia conhecido uma turminha batuta e prometido para uma das organizadoras da Roadsec que, lá estaria para conhecer...


Lembram?





Alias, conhecer o evento e continuar minhas aulas (iniciadas na Campus) de Lockpicking




Tempo passou...

O dia chegou e lá fui eu...

O Evento rolaria (rolou e ainda está rolando... -Vai varar a madrugada com Shows do Gabriel o Pensador e do D2) no mesmo espaço onde rolou o evento:  SPYAIR no Brasil!! (Abertura da Banda Rookiez)



Confesso que isto me desanimou um pouco, pois, na minha lembrança o local não era TÃÃÃO grande assim...

Mas promessa é dívida!!!

Cheguei...


Achei minha entrada



E aí me desanimei mais um pouco, pois, sinceramente, uma das coisas que muito me incomoda é a síndrome do pequeno poder...

E a escolha (se é que os organizadores tiveram esta opção) dos profissionais para cuidar da entrada acima não poderia ter sido mais descuidada!

Sim, eu sou chato, sim, eu sou ranzinza, ok, ok!!!

Mas JURO, não foi só comigo, enquanto eu parei e fiquei esperando o porteiro chamar o chefe dele (pois segundo o profissional, ele não tinha contato no radinho -eles amam aqueles fones na orelha com fiozinho e microfone pra poder falar "QAP"-), atrás de mim  dois outros coleguinhas tiveram problemas para entrar simplesmente pq a equipe "cara crachá" escolhida "morria de medo de garrafas de plástico"...

Tá que a CASA (e não o evento, frise-se) tem regrinhas (SEM VALOR NENHUM, pois na melhor das hipóteses, seriam "meros e pífios contratos de adesão") risíveis...





Mas... 2 coisas (só para acabar este relato chato e partir logo para o que importa...) vale dizer:

  1. Há formas e formas de barrar e "revistar" Vips, Palestrantes, Patrocinadores e Imprensa (Ok!! ninguém precisa ser revistado como se fosse criminoso, os quatro acima não merecem tratamento melhor do que o público pagante em geral, mas, se a organização optou -e eu agradeço por isto- por dividir e criar uma entrada própria, podiam ter melhor pensado na equipe que lá seria colocada para cuidar do acesso) e, a equipe especialmente escolhida para esta entrada foi, repito, no mínimo mal escolhida...
  2. Muitas das coisas proibidas na listinha medíocre acima e que geraram, no mínimo 3 problemas, seguidos, na entrada, eram encontradas, vendidas e distribuídas lá dentro do evento, o que, só reforça a falta de necessidade e sensibilidade para evitar aquelas várias dificuldades para entrar...

Pois bem, já bem desanimado, fiquei esperando o chefe do porteiro chegar (e torcendo para alguém do evento se materializar)...

Nisso como já disse, fui acompanhando confusões semelhantes com mais dois coleguinhas e me cansando, enquanto ouvia parte do dialogo entre o porteiro e o chefe, com apelido engraçado, que sinalizava que o chefe não viria...

Como sei, desde bem antes das manifestações de 2013, que não adianta dialogar com profissionais "cara crachá" com síndrome de pequeno poder, desisti de esperar, dei meia volta e quando estava, já, indo embora para a Fantastic Fair ou para a Jedicon, pessoas da organização se materializaram no meu caminho e tudo se clareou (como é bom conversar com pessoas que sabem utilizar os polegares opositores!!!!) e, finalmente entrei...



Aí tudo mudou...

Literalmente tudo!!!

Pois o desanimo com a entrada, eu deixei na porta...

E o desanimo com a lembrança de um local pequeno, se perdeu nos vários e enormes ambientes que eu desconhecia!!!

Sabem aquele lance de entrar num armário e sair em Narmia? Pois é...







 
Aquele lugar é MUITO GRANDE!!!!


E se isto não bastasse, tenho que destacar a qualidade e profissionalismo de toda a organização e staffs do evento, em especial para a assessoria de imprensa (coordenada pelos irmãos Colombo -sim, são um casal de irmãos mas o irmão é tímido para fotos heheheh-)



To pra ver, em eventos de todos os tamanhos, equipe, respeito e estrutura melhor...

 
 (Destaque para este guia com incríveis 68 páginas, além de um monte de informação importante, tinha mapas, histórias do evento, currículo de todos os palestrantes, horário e local de tudo...)



A dupla, e a organização como um todo, se preocupou com tudo e vale destacar que tínhamos um espaço (meio "aquário", "cercado" no estilo Campus) que dividíamos com, SIM, vocês lerão bem...


Pois é, o nosso espaço era também o dos palestrantes!!!

Sem blindagens e frescuras desnecessárias, o que permitia, de per si, cumprir qualquer pauta, pois no mesmo puf ou sofá que você, estava (ou estaria) algum palestrante, nacional ou internacional, numa boa, tranquilo e comunicativo!

Isso foi muito batuta e, acreditem, todos conviveram em paz e sossego!!

E por falar em pautas, sim, bastava sentar no lounge e escolher mas, mesmo com toda esta facilidade e respeito para com a imprensa, vocês lembram que eu elogiei, acima, os irmãos Colombo não é?

Pois é!!! Eles, agora, devem estar assistindo os shows, por inércia, semi mortos, pois realmente se doaram para a função e, nesta doação se empenhavam para (e conseguiam materializar) cada "maluquice" nossa (falo, sem medo de errar, no plural e por todos os coleguinhas presentes pois, se eu, um "famoso quem" neste meio, fui tratado como fui, todos os demais também o foram) cada pauta, como foi, no meu caso a:
  • Marina Ciavatta


E o...

  • Anderson Tamborim

(Pequena variação da minha pose clássica, afinal estava com o Mestre da Engenharia Social e da Leitura Corporal, com ênfase na leitura facial!!)


Pauta cumprida, fui passear pelo evento...






Passei pelos 7 (sim, eu disse SETE!!!) palcos!!

 




 Palcos, todos, que faziam menção/homenagem a pessoas importantes  da cena, como, por exemplo:









Muitos deles, frise-se com sistema de tradução simultânea...







(Aqui neste palco, ocorreu o Show da Spyair, digo isto, só para 
vocês terem uma parca ideia, do espaço que eu havia conhecido 
e do que eu estava para conhecer...)


Passeei pelos estandes...









E, nesse passeio, dentre outras coisas...


Tentei decifrar códigos para ganhar prêmios




Ganhei brindes, energéticos, bottons e até uma caricatura!!!


Feita pelo Romário Frazão




(Acho que já tá na hora de cortar o cabelo, tsc tsc)


E, lógico fui até a área de...



Onde fiz  pausas maiores na parte de




E na...


Dois temas que, junto com a engenharia social, eu adoro!!!


Feito tudo isto, como não achei ninguém que conseguisse hackear o tempo, este foi passando, passando, eu ainda tinha mais dois eventos para tentar ir, já era quase 16h00 e, ainda, tinha jogo do Pinheiros ás 21h00 (pelo nacional de basquete), nisso, com dor no coraçãozinho peludo, me despedi da Roadsec (ainda pensando em voltar na madrugada -sim, o evento iria até as 21h00, daí pausava e, lá mesmo, as 23h00 começava a parte festiva com os show que citei lá em cima...-) 

Na saída, trombei com a dupla abaixo que havia feito o caminho inverso do meu, qual seja, estava vindo da JEDICON... E, conversando com eles, me contaram que, lá, estava bem cheio, muito batuta (tá tá tá eles não falaram batuta, eu que traduzi para vocês) e só fizeram elogios, o que me tranquilizou pois gosto muito da patota do Conselho Jedi SP, eles merecem todo o sucesso!



Papo vai, papo vem, me despedi e segui caminho para a...

FANTASTIC FAIR


Caminho este que já nos trazia para o mundo da magia, ainda dentro da estação de metro...


Continuava ainda fora do local do evento (sim, eles usaram a parte de fora com um espaço de bebidas... Supimpa isto!!)



Eu até pensei em ficar por lá bebendo heheheh

Mas fui meio que caçado pela organização


Que logo me marcou...


E aí o jeito foi entrar...



E curtir o evento...








 
Evento, como todos os que o Luciano organiza, naquela pegada old school, no melhor estilo de fã pra fã!!






Com muita alegria




Interação




Quase dancei junto (mas ia acabar atrapalhando e machucando alguém hehehehe)



Por fim, antes do fim (como podem ver no horário da última foto, acima) segui caminho pra casa, onde me troquei (deixei o jornalista, vesti o torcedor) e sem muita pausa, segui pro jogo...


Ganhamos do Ceará!! Eba!!!


Mas isso, sei que, vocês não se interessam!

Então só me resta dizer que:

  • Queria muito ter ido na JEDICON mas (ainda) não sei me dividir e (ou) me teleportar!
  • Queria muito estar (agora) na parte festiva da Roadsec (mas a idade e um possível princípio de gripe, falaram mais alto)
E...

O que mais, o que mais?

Ah sim!!

Até a próxima!!!





Share on Google Plus

About Canal do Ribas Machado

0 comentários:

Postar um comentário